Meninas olhando para o casamento

A maioria das meninas sonha com o casamento desde cedo. O vestido, o local e o buf√™, tudo tem que ser assim. A realidade √© que n√£o importa o tamanho do or√ßamento ou o n√ļmero de convidados, seja formal ou informal, os casamentos s√£o um assunto estressante. Olhando para 'Meninas' √Äs vezes eu me pergunto se eu tenho um sentido exagerado de como o relacionamento das pessoas disfuncionais com a comida se tornou. Talvez o casamento com algu√©m que trata transtornos alimentares tenha inflado minhas preocupa√ß√Ķes? Se voc√™ est√° pronto para qualquer evento, festa, festa ou casamento, depois de vestir a coisa que funciona magnificamente √© o seu penteado bonito. Se seus cabelos est√£o bem penteados, sua apar√™ncia se torna fixadora de olhos, porque completa seu visual. O dia do casamento √© o dia mais importante da vida, por [‚Ķ] Baixe estas Foto gr√°tis sobre Meninas, olhando para o caule da √°rvore atrav√©s da lupa, e descubra mais de 5 Milh√£o de fotos de arquivo profissionais no Freepik P.O.V JUNGKOOK Eu estava conversando com as meninas na maior calma, quando vi a s/n tirando a roupa e ficando de biqu√≠ni e nossa, ela √© muito gostosa que tira at√© o f√īlego e sei que ela est√° fazendo isso s√≥ para me provocar, e t√° conseguindo. 10 passos para salvar o casamento antes mesmo de conhecer seu c√īnjuge. Em uma das prega√ß√Ķes realizada no Acampamento Revolu√ß√£o Jesus, em 2015, o pregador internacional, Jason Evert, deixou 10 passos para salvar o matrim√īnio antes mesmo de encontrar seu c√īnjuge. Primeiro passo:

ūüė≥ūüĎČūüŹĽūüĎąūüŹĽ

2020.09.10 23:51 Helamaa ūüė≥ūüĎČūüŹĽūüĎąūüŹĽ

a car√™ncia t√° imoral e eu t√ī procurando uma namoradinha, se vcs conhecerem alguma mina que tenha esses requisitos, me avisem redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, , jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, f√£ da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gameri, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memoriza√ß√£o de baralhos, timida, m√£e de pet, hidratada, n√£o consumidora de a√ßucar, saud√°vel, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipn√≥loga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que n√£o tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Ra√ßa: n√≥rdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Cr√Ęnio: dolico ou mesocef√°lico √ďculos: n√£o Aparelhos: n√£o Queixo furado: n√£o Covinhas: n√£o Orelha presa: n√£o Orelha de abano: n√£o Franja em V: n√£o Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: n√£o Gradua√ß√£o: apenas cursos voltados √† pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matem√°ticas: sim Idiomas: flu√™ncia em ingl√™s e mais outro idioma √Ālcool, cigarro, drogas: n√£o, nenhum Personalidade: introvers√£o Cultura: europeia ocidental RELIGI√ÉO: Crist√£ Ortodoxa Gostar de escutar rog√©rio skylab:
Para ser sincero, voc√™ precisa ter um QI muito alto para entender Rog√©rio Skylab Para ser sincero, voc√™ precisa ter um QI muito alto para entender Rog√©rio Skylab. O humor √© extremamente sutil e, sem uma compreens√£o s√≥lida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador m√©dio. H√° tamb√©m a vis√£o niilista de Rog√©rio, que est√° habilmente tecida em sua caracteriza√ß√£o - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os f√£s entendem essas coisas; eles t√™m a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas n√£o s√£o apenas engra√ßadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseq√ľ√™ncia, as pessoas que n√£o gostam de Rog√©rio Skylab s√£o verdadeiros idiotas - √© claro que eles n√£o apreciariam, por exemplo, o humor no bord√£o existencial de Rog√©rio "Chico Xavier √© viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que √© uma refer√™ncia cript√≠ca para o √©pico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas co√ßando a cabe√ßa em confus√£o enquanto as m√ļsicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos‚Ķ como eu tenho pena deles. E sim, a prop√≥sito, eu tenho uma tatuagem do Rog√©rio Skylab. E n√£o, voc√™ n√£o pode v√™-la. √Č s√≥ para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antem√£o que possuem um QI com diferen√ßa absoluta de no m√°ximo 5 pontos do meu (de prefer√™ncia para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no ch√£o + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + caf√© gelado sem a√ß√ļcar + hipismo + compila√ß√£o mitadas En√©as + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + medita√ß√£o iasd + m√ļsicas para concentra√ß√£o, foco e intelig√™ncia + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + ess√™ncia de morango da turma da m√īnica no narguil√© + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + √≥culos do a√©cio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do est√°dio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resili√™ncia que resiste √† humilha√ß√£o como se ela fosse nada + tomar banho descal√ßo em chuveiro de academia com ch√£o mijado + muscula√ß√£o caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por m√™s + PUA + Selo super f√£ da f√ļria e tradi√ß√£o + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o c√ļ + medita√ß√£o transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach qu√Ęntico + enema de caf√© + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O M√©todo de Wim Hof + sabedoria hiperb√≥rea + artigos da Nova Resist√™ncia + Biblioteca do D√≠dimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer am√©m quando um 1113 azul passar por voc√™ na rua + 100 flex√Ķes por dia + 6 meses de jelq + injacula√ß√£o guiada + sociedade thule + energia vril + chap√©u de alum√≠nio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anota√ß√Ķes smiliguido + pedir a b√™n√ß√£o ao carteiro toda segunda de manh√£ + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar caf√© + exerc√≠cios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercen√°rios + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabe√ßa + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + v√≠deos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atl√Ęntica de madrugada + ouvir m√ļsicas em velocidade aumentada + canto gregoriano √°rabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situa√ßoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Bot√Ęnico + Radiestesia para harmonizar vibra√ß√£o da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a ora√ß√£o EU SOU + ler O C√≥digo da Vinci + Jesus Qu√Ęntico + Barra Fixa na pra√ßa de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resist√™ncia) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o av√ī + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Pl√≠nio Salgado para as crian√ßas + Limpeza de 21 dias de S√£o Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com cal√ßa jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca come√ßar o treinamento + vender m√°quina de cart√£o de cr√©dito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho pol√≠tico suspeito + caf√© com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refei√ß√£o do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetog√™nica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensad√£o + 2 c√°psulas de Tadalafellas antes do sexo + s√≥ comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da p√°gina Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Ast√ļrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n¬į18 com port√£o vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibi√≥tico no caf√© da manh√£ + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos √ļltimos meses falando "dur hur voc√™ n√£o sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e n√£o encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou t√£o √≥bvia, que eles n√£o tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo v√≠deo, N√ÉO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudan√ßas clim√°ticas naturais, junto com a separa√ß√£o gradual dos continentes, √© que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma regi√£o muito especifica. Agora s√≥ falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpreta√ß√£o de pessoas que n√£o sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. S√£o apenas aves e mam√≠feros ancestrais de milh√Ķes de anos atr√°s. E antes que eu me esque√ßa, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
√Č fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. N√£o h√° um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente s√£o t√£o simples. Entretanto, com estudo e medita√ß√£o o caminho come√ßa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que voc√™ quer come√ßa com no√ß√Ķes do pensamento Hel√™nico. Entenda que boa parte da vis√£o de mundo crist√£ vem da antiguidade cl√°ssica, principalmente as no√ß√Ķes de harmonia e belo. N√£o te pe√ßo para ler tudo o que j√° foi jogado ao ch√£o pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia b√°sica dos quatro humores gregos, e que essa √© uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles ser√£o utilizados no futuro de forma metaf√≥rica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado n√£o h√° conex√£o com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem √© Plat√īnica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da conflu√™ncia da cultura grega com a eg√≠pcia, incluindo a alquimia. A t√°bua esmeralda √© um texto obrigat√≥rio. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alqu√≠mica, porque ser√° importante para voc√™ no futuro. √Č dentro da alquimia que ir√£o discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). N√£o se pretenda nenhum mestre dos espag√≠ricos, porque os qu√≠micos far√£o isso melhor do que voc√™. Entenda que n√£o havia essa separa√ß√£o absoluta entre o material e o espiritual, ent√£o os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da hist√≥ria. Entenda tamb√©m que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros √† qu√≠mica.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja dif√≠cil dar aten√ß√£o √† Cabala Judaica com o surto conspiracionista chan√≠stico sobre a √≠ndole de todo um povo, mas querendo ou n√£o o juda√≠smo √© o Pai da f√© crist√£, sendo Jesus judeu. Entenda que a √°rvore da vida √© um estudo sobre Deus e suas emana√ß√Ķes, e dela vir√° uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar também tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Evangelion Fullmetal Alchemist K-on! Naruto Shingeki no Kyojin Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora‚ô•ÔłŹ Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky‚ėÜStar Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama‚ô™ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka‚ėÜMagica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
N√ÉO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavr√Ķes As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos ūüć∑, isso √© coisa de dama) As que v√£o para balada, festa, rave etc As que postam foto com decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando voc√™ colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em v√°rias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a √ļnica coisa que voc√™ faz √© que as pessoas tenham desejo sexual por voc√™, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que voc√™ vai ficar t√£o emocionada com os 500 likes, 120 coment√°rios e as in√ļmeras mensagens privadas! Voc√™ vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles n√£o se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, n√£o importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educación con seu sonrrisa,
As que j√° ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um √ļnico ano As que n√£o trabalham ou estudam (ou que est√£o em um curso irrelevante de humanas) As que n√£o sabem o b√°sico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que est√£o pedindo presentes sempre As que j√° est√£o comprometidas As n√£o gostam de crian√ßas ou dizem que n√£o querem ter filhos (pessoas que n√£o querem ter filhos n√£o s√£o confi√°veis) As que tem piercing de bufalo
submitted by Helamaa to smurfdomuca [link] [comments]


2020.07.03 04:53 rhaissabaruc O DIA QUE A NAMORADA DO MEU IRMÃO ME FEZ ENTRAR EM TRABALHO DE PARTO ANTECIPADO DE RAIVA!!!!!!A história é longa mas vale muito a pena.

√Č o seguinte turma, s√≥ para contextualizar, meu irm√£o mais velho namorava essa menina a uns 6 anos na √©poca. Eu e ela nunca nos demos bem pelo motivo de ela ser uma namorada completamente manipuladora e toxica no sentido f√≠sico, psicol√≥gico e financeiro, uma parasita em n√≠veis que o pr√≥prio Alien teria inveja. Meu irm√£o √© um t√©cnico de enfermagem muito doce e inteligente, o que piora tudo pois eu sei o potencial que ele tem, e essa garota o esta empacando na vida, pois ele tem s√©rios problemas de autoestima e acha que se largar ela, ele n√£o vai mais arranjar ningu√©m.
Pois bem, eu estava noiva (tinha 24 anos na √©poca, sim tem tempo) e planejando o casamento, o que aconteceu foi que eu descobri que estava gravida (em um carnaval bem louco mais essa √© outra hist√≥ria), ent√£o eu decidi adiar a cerim√īnia do casamento pois n√£o queria casar com a barriga grande, ent√£o adiamos um ano a data do casamento, a bendita ceifadora de vidas estava convidada at√© aquele momento, mesmo n√£o gostando dela eu suportava porque meu irm√£o tinha 28 anos e eu deveria respeitar a decis√£o dele. Ela morava longe, por isso sempre ia almo√ßar na nossa casa, que era relativamente pr√≥ximo da faculdade dela. Neste fat√≠dico dia em quest√£o que ficaram conhecidos na minha fam√≠lia como o dia que a ‚ÄúP√īia‚ÄĚ (forma carinhosa que eu a chamava) surtou pela primeira vez, chegou em nossa casa e eu estava com 8 meses de gesta√ß√£o, era uma segunda feira e eu estava fazendo um bolo de chocolate para o meu irm√£o mais novo. Pois bem, ela chegou, almo√ßou e perguntou para o meu irm√£o (seu namorado) se n√£o √≠amos cortar o bolo. Eu ouvi e disse: - ‚ÄúO bolo √© para o ‚ÄúPedro‚ÄĚ. Na hora eu vi que ela n√£o gostou, mas n√£o me importei e continuei a fazer o que eu estava. Depois de alguns minutos eu ou√ßo o peixe-bolha das profundezas do t√°rtaro gritando com o meu irm√£o mais velho, eu vou at√© a sala e eu digo: ‚Äú Olha aqui garota, o bolo √© meu, se eu quiser eu taco ele na parede e n√£o te dou‚ÄĚ. Volto para o meu quarto, e ou√ßo ela berrar e sair cantando pneu pela rua. O que eu s√≥ fui saber mais tarde foi que, ela e meu irm√£o mais velho foram buscar a senhora diva da casa, minha m√£e e essa garota fez um drama enorme para minha m√£e ao ponto de chorar e dizer que eu a humilhei e ameacei tacar o bolo na cara dela. Quando minha m√£e chega em casa, vem falar comigo e √© a√≠ que o bicho pegou, pois seria algo f√°cil de ser resolver certo? Mas eu estava gravida. Com os horm√īnios fren√©ticos em cada c√©lula do meu lindo corpo de gestante. Resultado? Eu briguei com o meu irm√£o, que brigou comigo, que fez minha m√£e brigar com nos dois e meu pai chegou e brigou com n√≥s 3. Quase n√£o dormi aquela noite e tanta raiva, minha bolsa estourou no dia seguinte pela manh√£, entrei em trabalho de parto 15 dias antes e segundo a minha m√©dica, sim foi o estresse pois a minha press√£o estava muito alta. No dia que eu voltei para a casa do hospital com minha filha rec√©m-nascida, esse filhote de cruz credo com rato-toupeira-pelado teve a aud√°cia de entrar no meu quarto com a m√£e dela, sem bater em quanto eu amamentava. Eu fui logo levantando e mandando aos berros que ela sa√≠sse, no final eu entreguei minha filha para o meu agora marido e expulsei ela e a m√£e dela do quarto pelo bra√ßo, falei tudo o que estava instalado, inclusive das vezes que ela bateu no meu irm√£o, fez chantagem emocional para ele comprar coisas para ela, fez ele fazer trabalhos da faculdade dela, maltratou minha m√£e e o melhor falei de todas as trai√ß√Ķes dela. Ela ficou roxa de tanta vergonha por eu expor ela na frente da m√£e dela e do meus pais e a cereja do bolo de merda foi ela peidar, sim ela liberou gases pelo seu orif√≠cio anal, na frente de todo mundo na bela sala de estar da minha m√£e. E n√£o foi um peido simples e discreto, foi daqueles graves e molhados. A situa√ß√£o foi t√£o bizarra que ningu√©m riu, s√≥ ficamos l√° olhando para ela at√© que a m√£e dela disse: ‚Äú (falou o nome da cara da forma de fazer o capeta), voc√™ quer ir no banheiro?‚ÄĚ. Minha m√£e j√° emendou falando que ela e a m√£e deveriam ir embora. Eu me casei alguns meses depois ao ocorrido e meu irm√£o s√≥ foi para a cerim√īnia, n√£o foi para a festa. Infelizmente meu irm√£o ainda est√° com esse elefante-marinho do Sul at√© hoje, mas eu nunca mais a vi, j√° que ela est√° banida da casa dos meus pais. Fim!
submitted by rhaissabaruc to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.12 10:11 LinnenYuniPqSim Sou babaca por me apaixonar pela minha melhor amiga ?

Acho que é difícil o Luba ler isso aqui mas ok , me jogo na lava pra me queimar mesmo. Olá Luba , editores , gatas , possível convidado(a) e pessoas da turma que estão lendo.
Bom , eu mudei de escola no terceiro ano do fundamental 1 , atualmente estou no oitavo ano e a minha amiga Esmeralda(vou chamar ela assim pq eu amo esmeraldas , HAH) tamb√©m est√° no oitavo e enfim. No quarto ano eu conheci ela e eu realmente fiquei curiosa por ela sabe. Tinhamos os mesmos gostos , tinhamos raiva das mesmas pessoas e ambas n√≥s duas tinhamos ci√ļmes uma da outra , era meu segundo ano naquela escola e eu ainda era meio t√≠mida , e a minha amiga q tinha entrado na escola junto comigo estava em outro per√≠odo ou seja , eu estava sozinha , ela desenhava junto comigo tamb√©m. Enfim , eu e a esmeralda √©ramos boas amigas , claro , briguinhas bobas de crian√ßa como:"VAI L√Ā COM A SUA OUTRA AMIGA VAI" Mas tava na cara que a gente ficava de boas depois , o que eu achava muito estranho pq tipo , ela n√£o era de desculpar as pessoas mas comigo ela tava sempre me perdoando. T√° , seguimos do quarto ano at√© o sexto juntas , eu lembro que toda semana morria pelo menos 2 parentes dela , e era tantas as vezes que ela vinha me falar que as crian√ßas percebiam e ficavam zoando com a cara dela , eu tinha um pouco de medo porque diziam sempre: "√ď Linnen , a Esmeralda t√° apaixonada por vc , vive inventando coisa pra chamar sua aten√ß√£o." Eu comecei a acreditar nas pessoas , at√© comentava com a minha m√£e , e quando eu falei com ela de que a menina poderia estar s√≥ querendo minha aten√ß√£o minha m√£e concordou. Nisso eu me afastei dela , eu estava com outra amiga , eu tinha medo dela naquela √©poca , e a√≠ ela focou a vida no amigo dela e mesmo assim ainda tinhamos ci√ļmes uma da outra. No sexto ano eu perdi todo mundo , eu s√≥ tinha ela por perto , eu n√£o conhecia ningu√©m daquela nova sala , ent√£o √© , eu voltei a ficar por perto dela. Mas naquele tempo eu estava olhando ela de outra forma , eu notei que precisava dela por perto ou ent√£o eu iria morrer sozinha Eu me arrependi de tudo , de todas as vezes que falei mal dela , de todas as vezes que ignorei os momentos que eu podia ter ajudado ela e n√£o ajudei. Eu perdi o foco nos estudos , eu dediquei todo o meu tempo para ela , a todo momento eu estava com ela. Sa√≠ram boatos que n√≥s estavamos namorando , era 2018 e ainda tinha aquela pol√™mica se tivesse casal gay ou l√©sbico eu negava sempre , mas ela n√£o ligava pra nada e eu nunca notei. Perto de maio , ela come√ßou a namorar aquele amigo dela , mas n√£o deu certo Um dia a irm√£ dela descobriu que o pai delas n√£o era fiel ao casamento e a√≠ vem o div√≥rcio , junto com isso aquele idiota do namorado dela ficou tirando sarro da cara dela e eles terminaram. Como eu disse , o povo tinha medo dela e ela n√£o tinha boa fama , mas eu dediquei meu tempo todo pra ela lembram ? O ano estava acabando , e ela estava indo pra de manh√£ no s√©timo. Eu conversei com meus pais mas n√£o deu certo Por fim , chegou a porcaria de 2019 , eu de tarde ela de manh√£ com a nossa outra colega(mais ou menos , a Esmeralda e essa colega tinham brigado no final do ano por causa dos jogos da escola) Enfim , ela saiu da escola e tamb√©m n√£o respondia minhas mensagens , nem por e-mail , nem instagram , nem amino nem mesmo Whatsapp. Eu estava muito preocupada , eu ia ora escola sozinha pensando nela. Normalmente eu estava neutra a todo momento , n√£o tinha muitas pessoas , eu tinha conhecido umas meninas legais mas n√£o era o mesmo que estar com a Esmeralda entende ? E a√≠ , de repente eu recebo a mensagem dela no amino uns 3 ou 4 meses depois das aulas terem come√ßado Ela estava com um relacionamento virtual , eu tava de boas naquela √©poca eu nunca pensei na possibilidade de eu estar apaixonada por ela. Passou o tempo e a√≠ okei n√© , eu descobri que sou bissexual , falei isso pra ela e ela disse que tamb√©m √©. Nesse tempo fic√°vamos ligando uma pra outra todo dia que eu chegava da escola e bem um dia eu pensava nela , outro dia eu ficava louca pra voltar pra casa e ver aquele sorriso e aqueles belos cabelos cacheados escuros e tals E do nada , eu me apaixonei por ela. Junto a isso ela apareceu dizendo que j√° tinha se apaixonado por mim uma vez mas que tinha muita vergonha de me dizer a√≠ eu me apaixonei por completo e sei l√° , um dia ela brotou com um tal de um menino que usava o perfil de Killua. E eles estavam namorando , okei , eu superei o namoro deles. E pra variar n√£o durou nada , eles terminaram em menos de dois meses....E eu decidi dizer o que eu sentia , mas n√©: "Ah , desculpa , eu te amo sim , mas como melhor amiga , nada mais doque isso" Eu n√£o fiquei louca , eu n√£o briguei com ela , eu s√≥ aceitei e disse pra ela que eu entendia , e que eu n√£o posso obrigar ningu√©m a me amar. Mesmo depois de tudo isso , eu ainda estou amando ela , tendo pensamentos dela por perto , imaginando como vai ser quando nos encontrarmos novamente. Eu sou babaca de mesmo sabendo que ela n√£o me ama continuar apaixonada pela minha melhor amiga ?
View Poll
submitted by LinnenYuniPqSim to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.07 03:08 BethNina 3 Tri√Ęngulos Amorosos

Oi, gente linda do canal! (Ah, n√£o, pera)
Galera, essa história é bem longa e começou há uns 2 anos (é. Não acabou ainda, mas nós vamos chegar lá).
Então, era um momento lindo da vida em que nós ainda podíamos sair de casa. Eu estava solteira há bastante tempo e meu hobby era usar o Tinder para conversar com as pessoas e, quem sabe, encontrar alguém legal pra amarrar meu jegue.
Match vai, match vem, acabei conhecendo não só uma, como DUAS mulheres que eu achei maravilhosas. Além de lindas e o papo era beeem massa. Vamos chamar uma de Carls e a outra de Larls.
Como a solteirisse é terra de ninguém, acabei saindo com as duas.
O detalhe: a Carls é CASADA com um HOMEM 15 anos mais velho. E a Larls estava envolvida também com um HOMEM (casado e também muitos anos mais velho, diga-se de passagem tb).
A Carls tentava me convencer de sair com ela e o marido. Só que eu não estava nessa onda, e falei que se ela quisesse sair comigo, ok. Senão, seriamos só amigas mesmo.
Enquanto isso, eu saía com a Larls e a gente se divertia bastante. E eu fui bem clara com as duas que eu não era exclusiva. Cada uma sabia da outra. E tava tudo ok.
A Larls cozinhava para mim, ia comigo ao cinema, e era realmente bacana. S√≥ que as duas ficavam com muito ci√ļmes uma da outra (n√£o julgo, pq eu tamb√©m tinha ci√ļmes das duas com os caras). Inclusive, ela tinha ido at√© o hospital me levar comida quando eu tive uma crise de enxaqueca. Ela acabou conhecendo meu pai, minha m√£e e meu irm√£o naquele dia.
Já a Carls me levava para almoçar e talz, só que sempre às escondidas, super rápido, coisa de no máximo de 1h a gente se vendo. Ela ficava sempre bastante nervosa perto de mim, sempre olhando para os lados e analisando ao redor. Foi aí que eu descobri que o marido dela foi diagnosticado clinicamente como PSICOPATA. E, adivinhem: ela tem porte de arma. E ela tem uma arma em casa!
Passou 1 mês e a Larls me mandou mensagem dizendo que, para ela, já não dava mais. Só que eu fiquei desesperada, porque eu realmente gostava dela. Acabei tomando minha decisão: fui até a casa dela e a pedi em namoro.
Aí no meio daquela emoção de começar um namoro, minha irmã me liga pedindo para buscá-la no Outback. Ela tinha começado o namoro com uma menina no mesmo dia.
Chamei ela pra ir comigo. Enfim... Minha mãe era meio homofóbica naquela época, então quando chegamos na minha casa, foi uma situação meio tensa.
Passadas 2 semanas, a Larls ainda estava muito ciumenta da Carls (a gente ainda conversava, mas eu realmente não estava ficando com ela). Até que eu não aguentei mais e terminei o namoro.
A Carls falou que ia largar do marido e acabamos "namorando" por um mês (mas foi tudo virtual, pq ela estava em outro estado com o marido e a enteada).
Quando ela voltou, as coisas estavam estranhas entre a gente. Resultado: ELA VOLTOU COM O MARIDO!
Foi uma baixaria só... Ela começou a me mandar mensagens no Instagram. Bloqueei. Facebook, bloqueei. WhatsApp, bloqueei. BLOQUEEI EM TUDO QUE EU LEMBRAVA.
Até que um belíssimo dia ela me manda um e-mail me pedindo dicas de trabalho (eu trabalho com marketing digital) porque ela tinha arrumado um emprego como assistente jurídica em uma empresa com foco em atendimento digital.
Respondi e depois mais nada.
VEY, A GURIA COMEÇOU A FAZER SPAM NO MEU E-MAIL COM MENSAGENS. Eu respondi ela desabafando toda a minha revolta que estava entalada.
Eu tive que bloquear ela do meu FUCKING E-MAIL.
Passaram vários meses e, depois de ter me restabelecido emocionalmente, acabei procurando a Larls para pedir desculpas porque eu tinha sido babaca com ela (eu sei que eu não deveria te continuado a conversar com a Calrs depois que começamos a namorar).
Acabamos voltando a conversar e as coisas foram fluindo bem mais naturalmente. At√© que um dia convidei ela para ir comigo no casamento de um amigo e, como meus pais e meus irm√£os estavam viajando, a minha AV√ď me ligou pedindo para eu levar minha amiga para dormir l√° em casa e eu n√£o ficar sozinha.
Bom... Acabamos ficando.
E uma semana depois est√°vamos namorando. Isso foi em novembro de 2018. Quando foi no carnaval de 2020 fomos morar juntas.
Acabamos de completar 1,5 de namoro. A Larls esteve comigo quando perdi meu av√ī em abril e meu pai em julho. Hoje ela conversa mais com a minha m√£e e a minha av√≥ do que eu kkkkkk
√Č isso, turma.
Estou anexando alguns prints dos e-mails com a Carls pra vocês verem que não é fake:
https://imgur.com/a/QUoIxIF
submitted by BethNina to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.22 04:18 Various_Stuff Vivendo em piloto automatico

Bom,vou me apresentar a voces,tenho 18 anos,sou diabetico desde os 10 anos de idade(mesmo possuindo algumas dificuldades,nunca encarei isso como um problema ou reclamei disto,mas as vezes me sinto incomodado com as brincadeiras que pessoas proximas de mim fazem em tom de deboche por eu ter essa doença),tenho a vida dos ''sonhos'',nunca passei por alguma dificuldade financeira,longe disso,sempre tive de tudo.No segundo ano do ensino médio comecei a estudar EAD,pois sou atleta,e optei por treinar 2 periodos.
Nunca fui alguem dedicado,me considero muitas vezes preguiçoso,sempre treinei na minha zona de conforto,nunca ia ao limite,mesmo querendo,sinto que tem algo dentro de mim que não permite ''sofrer'',talvez por ter tido uma infancia extremamente mimada,mas agora,estou no auge da minha desmotivação,Em 2021 estou indo para os estados unidos fazer faculdade,pois estou com propostas de bolsa de atleta,e mesmo assim,faz 2 semanas que não consigo abrir o livro pra estudar,só consigo ficar no youtube ou deitado olhando para o teto .Recentemente descobri que minha mãe estava traindo meu pai,quando fui pegar o celular dela pra ver o telefone de uma pizzaria aqui do meu bairro,Meu sempre foi alguem muito grosso,dificil de conversar sem discutir,eu meio que entendo a situação da minha mae,parece que no fundo eu ja sabia que o casamento deles estava acabado,meu pai vem tendo problemas financeiros,a beira da falencia,e nisso,o estresse dele só esta maior,sempre vem discutir e gritar comigo pelos minimos motivos,estou extremamente deprimido ultimamente,não vejo motivação para estudar e conseguir a nota que preciso,muito menos para treinar,entendo todos meus defeitos,mas parece que existe um bloqueio dentro de mim,aonde não consigo dar meu maximo em tudo que eu faço,me sinto extremamente preguiçoso e inutil,oq anda me fazendo muito mal. Sou uma pessoa com a autoestima extremamente baixa,nunca consegui ''chegar'' nas meninas de forma natural,mesmo sabendo que elas ''gostavam'' de mim,sempre me deixo levar com comentarios do tipo ''voce nunca vai ser bom'' ''voce é muito burro pra estudar fora'',e acabo acreditando nisso,ou muitas vezes deboches pelos meus ''defeitos''.
Me desculpem o texto inutil,mas realmente me sinto extremamente sozinho e sem pessoas do meu lado aonde posso botar realmente tudo pra fora por mais banal que seja.
submitted by Various_Stuff to desabafos [link] [comments]


2020.05.02 00:14 NoiteAmorosa PROCURO NAMORADINHA

EU QUERO UMA NAMORADINHA: redpillada channer, dogoleira, wgtow, ancap, jogadora de lol, jogadora de poker, bv, virgem, sem amigos, crente, f√£ da UDR,magrela, footlet,escuta Chico Buarque, weeabo, hikkimori, otaku, gamer, furry, fujoshi, hetero,federal,trader de bitcoin,hacker, defacer, cubista, penspinner, recordista de memoriza√ß√£o de baralhos, timida, m√£e de pet, hidratada, n√£o consumidora de a√ßucar, saud√°vel, youtuber, netolover, pooper, cambista, shitposter, anarquista, materialista, roquista, travesquista, mono talon vlogger, blogueira, e-girl, intolerante a lactose, intolerante a gluten, grinder e hipn√≥loga, fiel, niilista existencialista, metaleira, headbanguer, pelo no suvaco, patriota, masoquista, ballbuster, jogadora de minecraft, buceta fedida, que n√£o tenha medo de chuta minhas bolas pelo amor de deus eu nao consigo encontrar uma menina pra chutar minhas bolas por favor deus eu imploro nao agusnto mais isso nao eh um meme porque voces tem medo de me chutar no saco. Ra√ßa: n√≥rdica Altura: 170cm+ Pele: 1 ou 2 (Fitzpatrick) Olhos: 7+ (Martin) Cabelos: qualquer cor, mas apenas lisos ou ondulados (FIA) Nariz: reto ou virado para cima Cr√Ęnio: dolico ou mesocef√°lico √ďculos: n√£o Aparelhos: n√£o Queixo furado: n√£o Covinhas: n√£o Orelha presa: n√£o Orelha de abano: n√£o Franja em V: n√£o Pelos no corpo: muito pouco Tatuagem: n√£o Gradua√ß√£o: apenas cursos voltados √† pesquisa Faculdade: apenas bem conceituadas Habilidades matem√°ticas: sim Idiomas: flu√™ncia em ingl√™s e mais outro idioma √Ālcool, cigarro, drogas: n√£o, nenhum Personalidade: introvers√£o Cultura: europeia ocidental RELIGI√ÉO: Crist√£ Ortodoxa Gostar de escutar rog√©rio skylab:
Para ser sincero, voc√™ precisa ter um QI muito alto para entender Rog√©rio Skylab Para ser sincero, voc√™ precisa ter um QI muito alto para entender Rog√©rio Skylab. O humor √© extremamente sutil e, sem uma compreens√£o s√≥lida de filosofia moderna, a maioria das piadas vai passar despercebida pelo telespectador m√©dio. H√° tamb√©m a vis√£o niilista de Rog√©rio, que est√° habilmente tecida em sua caracteriza√ß√£o - sua filosofia pessoal se baseia fortemente na literatura de Nododaya Volya, por exemplo. Os f√£s entendem essas coisas; eles t√™m a capacidade intelectual para realmente apreciar a profundidade dessas piadas, para perceber que elas n√£o s√£o apenas engra√ßadas - elas dizem algo profundo sobre a VIDA. Como conseq√ľ√™ncia, as pessoas que n√£o gostam de Rog√©rio Skylab s√£o verdadeiros idiotas - √© claro que eles n√£o apreciariam, por exemplo, o humor no bord√£o existencial de Rog√©rio "Chico Xavier √© viado e Roberto Carlos tem perna de pau", que √© uma refer√™ncia cript√≠ca para o √©pico Pais e Filhos do russo Turgenev. Estou sorrindo agora mesmo imaginando um desses coitados simplistas co√ßando a cabe√ßa em confus√£o enquanto as m√ļsicas se desenrolam na tela de seu computador. Que tolos‚Ķ como eu tenho pena deles. E sim, a prop√≥sito, eu tenho uma tatuagem do Rog√©rio Skylab. E n√£o, voc√™ n√£o pode v√™-la. √Č s√≥ para os olhos das damas. E mesmo elas, precisam demonstrar de antem√£o que possuem um QI com diferen√ßa absoluta de no m√°ximo 5 pontos do meu (de prefer√™ncia para baixo).
Rotina, Habitos e interesses: Nofap + Banho Gelado + comer carne crua + comer virado pra parede + biohack + dormir no ch√£o + Jordan Peterson + mewing + HBD + PUA + jelq + dormir 5 horas por dia + caf√© gelado sem a√ß√ļcar + hipismo + compila√ß√£o mitadas En√©as + alho cru + podcast do Joe Rogan + redpill + Brain Force + Jejum + medita√ß√£o iasd + m√ļsicas para concentra√ß√£o, foco e intelig√™ncia + teste de QI da internet + grupos de linhagem viking do facebook + ficar longe do poste de internet 4G + youtube do varg vikernes + ess√™ncia de morango da turma da m√īnica no narguil√© + jogar vape na cara de todo mundo que tentar entrar no bloco da faculdade + 5 segundos de calistenia no deserto do atacama + darkcel + √≥culos do a√©cio na foto de perfil + ler quotes do nietzsche no brainy quote + criar galinha no quarto sem os pais saberem + Alho cru + uma colher de azeite quando acorda e outra antes de dormir + jejum de 24hrs a cada 72hrs + assistir VT no premiere logo que chega do est√°dio + canal Ultras World + LibreFighting + Operation Werewolf + comprar os artigos do Paul Waggener + Centhurion METHOD + humilliation exposure com a finalidade de criar uma crosta na sua mente capaz de desenvolver uma resili√™ncia que resiste √† humilha√ß√£o como se ela fosse nada + tomar banho descal√ßo em chuveiro de academia com ch√£o mijado + muscula√ß√£o caseira + hackear o sono + Empreender + 10 livros de auto ajuda por m√™s + PUA + Selo super f√£ da f√ļria e tradi√ß√£o + Biokinesis + 432hz music + Mexer o pau sem piscar o c√ļ + medita√ß√£o transcendental + veganismo + minoxidil para cultivar uma barba + filmografia Jason Stataham + assistir vikings + redpill + ir no cinema sozinho + treino saitama + coach qu√Ęntico + enema de caf√© + dieta lair ribeiro + agua alcalina + O M√©todo de Wim Hof + sabedoria hiperb√≥rea + artigos da Nova Resist√™ncia + Biblioteca do D√≠dimo Matos + dormir virado pra patede assoviando no escuro pra espantar o curupira + dar 3 pulinhos toda vez que levantar da cama + dizer am√©m quando um 1113 azul passar por voc√™ na rua + 100 flex√Ķes por dia + 6 meses de jelq + injacula√ß√£o guiada + sociedade thule + energia vril + chap√©u de alum√≠nio para se proteger das armas psicotronicas emitidas pela CIA + caderno de anota√ß√Ķes smiliguido + pedir a b√™n√ß√£o ao carteiro toda segunda de manh√£ + 3 horas de academia + 4 horas de corrida + mascar caf√© + exerc√≠cios penianos do Dr. Rey + maratona saga Rocky + trilha sonora saga Rocky + trilogia Mercen√°rios + filmes do Jason Statham + assoviar o hino do Palmeiras de ponta-cabe√ßa + intro do Canal do Nicola em loop + palestras do Antonio Conte + v√≠deos do Rodrigo Baltar + dicas do Gustavo Gambit + aulas de italiano + dormir ouvindo Ultraje a Rigor + ler Walden pelado na mata atl√Ęntica de madrugada + ouvir m√ļsicas em velocidade aumentada + canto gregoriano √°rabe + ensinar hino do botafogo pra calopsita + fritar comida com banha de porco + assistir videos de situa√ßoes de risco com a finalidade de se preparar para o perigo + Terapia Holistica com formandos da UFPR no Jardim Bot√Ęnico + Radiestesia para harmonizar vibra√ß√£o da casa + Metatron 432HZ no YouTube entoando a ora√ß√£o EU SOU + ler O C√≥digo da Vinci + Jesus Qu√Ęntico + Barra Fixa na pra√ßa de madrugada escutando audiolivro do Jordan Peterson na voz do cara dos Fatos Desconhecidos + grupo POPEYE AFIANDO A PIKA + MyInstants AEEE KASINAO + Memes do Fausto Silva + ler O Evangelho dos Animais + stories do Copini no Instagram + Canal SocialGames7 com Gustavo Gambit e CIA + textos de Raphael Machado (Nova Resist√™ncia) + ser ex-membro do grupo Comunismo Ortodoxo + Monja Coen + Fazer origami com papel do bis + perder dinheiro com maquina de pegar ursinho + fumar palheiro com o av√ī + quebrar palito de dente no meio depois que usar + rezar Pai Nosso em aramaico + tentar se comunicar com o ashtar sheran + virar catequista e passar Pl√≠nio Salgado para as crian√ßas + Limpeza de 21 dias de S√£o Miguel Arcanjo + arrancar a fimose comendo cu apertado de galinha caipira + Regata branca WifeBeater com cal√ßa jeans clara e bota marrom + Ingressar na legiao estrangeira + Comprar toras de eucalipto pra reproduzir o centurion method mas nunca come√ßar o treinamento + vender m√°quina de cart√£o de cr√©dito + ler os escritos do Unabomber + Escutar a discografia do Paul Waggener + ler todos os livros do Pavel Tsatsouline + ouvir rap eslavo de cunho pol√≠tico suspeito + caf√© com um cubo de manteiga dentro precedendo a primeira refei√ß√£o do dia + beber 2L de leite por dia + Stronglifts 5x5 + Dieta Cetog√™nica + Canal Jason PROJETO GIGA + Cd do TRETA + comprar torre de chopp no prensad√£o + 2 c√°psulas de Tadalafellas antes do sexo + s√≥ comprar comida japonesa importada pra dieta + comer arroz sem sal com peixe cru sem tempero enrolado em folha do fundo do mar + memes da p√°gina Dollynho Puritano + Deus Vult na capa do Facebook + acessar o dogolachan pelo computador da escola pra postar fanfic gay do Gilberto Barros + Trollar atendentes do mcdonalds no habbo hotel + ligar para o Motel Ast√ļrias perguntar quando custa a bolacha Bauducco que aparece no site + Mandar entregar pizza na Rua dos Tamoios casa n¬į18 com port√£o vermelho + cosplay de russo no Omegle pedindo pra mostrarem a bunda + Dormir imaginando uma linha pra fazer viagem astral + recitar Homero pra mendigo + tomar antibi√≥tico no caf√© da manh√£ + Meditar imaginando o raio de luz violeta que representa a energia transmutadora + Workshop Reiki do Canal Luz da Serra MULHERES TERRAPLANISTAS RALEM.
Primeiro de tudo! Vai tomar no cu, MULHERES terraplanistas! Junto com todas que me contrariaram nos √ļltimos meses falando "dur hur voc√™ n√£o sabe nada de paleontologia, vai assistir seus desenhos filipinos e n√£o encha o saco". TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! LERAM DIREITO? TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! A farsa ficou t√£o √≥bvia, que eles n√£o tem mais como esconder que TODOS OS DINOSSAUROS TEM PENAS! Alguns mais penas, outros menos penas, MAS TODOS TEM. E aproveitando no mesmo v√≠deo, N√ÉO TEVE METEORO PORRA NENHUMA! Provavelmente as mudan√ßas clim√°ticas naturais, junto com a separa√ß√£o gradual dos continentes, √© que extinguiu a mega-flora e a mega-fauna. E se teve algum meteoro, apenas acelerou o processo em uma regi√£o muito especifica. Agora s√≥ falta as ((especialistas)) e a (((Academia))) admitir que dinossauros nunca existiram e que foi tudo um erro grotesco de interpreta√ß√£o de pessoas que n√£o sabiam que caralhos eram aqueles esqueletos. S√£o apenas aves e mam√≠feros ancestrais de milh√Ķes de anos atr√°s. E antes que eu me esque√ßa, vai todo mundo que me contrariou tomar no cu!
GOSTAR DE MIM POR QUEM EU SOU E NAO PELA MINHA APARENCIA
Sério, de verdade, ser uma pessoa bonita não é fácil em nossa sociedade atual; não é só os olhares de desejo das mulheres e dos homens que me incomoda, e sim, o fato de ser só isso para as pessoas. Sou muito mais que apenas um cara bonito. Tenho qualidades além dessas, e saber que as pessoas não ligam para elas, pois estão entorpecidas de anseio pela minha formosura, me entristece muito.
Não suporto mais ser bonito. Tudo que eu queria era poder nascer de novo num corpo de uma pessoa feia, pois sério, vocês não sabem como me dói saber que por culpa de algo que nasceu em mim (a incrível beleza), serei rotulado eternamente por isso.
Eu trabalho, estudo, procuro, conheço, aprendo! Sou um ser-humano como qualquer outro e não só mais um rostinho bonito.
Pergunta antes de eu poder te namorar: Você é ocultista?
Essa é a pergunta de um milhão de dólares que raramente vejo sendo feita.
Se você ainda não for, pra se tornar minha namorada precisará ser e aqui está como fazer isso
√Č fato que a maior parte da literatura especializada ocidental acredita em Deus e Cristo, somente olhando-o por uma lente diferente. N√£o h√° um ritual que lhe aproxime de Deus, as coisas raramente s√£o t√£o simples. Entretanto, com estudo e medita√ß√£o o caminho come√ßa a ficar mais claro.
Entenda que não sou nenhum senhor da verdade, e o que te falo hoje posso descobrir ser mentira amanhã. Saiba também que um dos maiores problemas desse meio é a falta de um início claro, sendo as obras tidas como introdutórias porcarias completas. Dito isso, lhe respondo o seguinte:
  1. O caminho mais completo para se aproximar do que voc√™ quer come√ßa com no√ß√Ķes do pensamento Hel√™nico. Entenda que boa parte da vis√£o de mundo crist√£ vem da antiguidade cl√°ssica, principalmente as no√ß√Ķes de harmonia e belo. N√£o te pe√ßo para ler tudo o que j√° foi jogado ao ch√£o pelos gregos, mas saiba um pouco das origens das coisas. Tenha uma ideia b√°sica dos quatro humores gregos, e que essa √© uma das origens para atribuirmos personalidades aos elementos da natureza. Entenda um pouco dos seus deuses e Cosmos, porque eles ser√£o utilizados no futuro de forma metaf√≥rica em textos. Saiba que quando aparecer um hermafrodita em um texto especializado n√£o h√° conex√£o com desvios modernos, mas com um simbolismo mais antigo (Salvo engano, sua origem √© Plat√īnica. Mais especificamente, O Banquete, durante os discursos sobre amor).
  2. Entenda que boa parte da origem da magia ocidental vem da conflu√™ncia da cultura grega com a eg√≠pcia, incluindo a alquimia. A t√°bua esmeralda √© um texto obrigat√≥rio. Leia um pouco sobre o Axioma de Maria, A judia. Aprenda um pouco da simbologia alqu√≠mica, porque ser√° importante para voc√™ no futuro. √Č dentro da alquimia que ir√£o discursar sem final sobre a trindade (pelo menos os da corrente de Paracelso). N√£o se pretenda nenhum mestre dos espag√≠ricos, porque os qu√≠micos far√£o isso melhor do que voc√™. Entenda que n√£o havia essa separa√ß√£o absoluta entre o material e o espiritual, ent√£o os dois conhecimentos andaram juntos ao decorrer da hist√≥ria. Entenda tamb√©m que haviam escritores voltados especificamente para a alquimia espiritual, enquanto outros √† qu√≠mica.
  3. Estude a Cabala. Eu entendo que para alguns seja dif√≠cil dar aten√ß√£o √† Cabala Judaica com o surto conspiracionista chan√≠stico sobre a √≠ndole de todo um povo, mas querendo ou n√£o o juda√≠smo √© o Pai da f√© crist√£, sendo Jesus judeu. Entenda que a √°rvore da vida √© um estudo sobre Deus e suas emana√ß√Ķes, e dela vir√° uma boa parte de seu conhecimento.
  4. Leia as coisas atuais sobre o assunto. Dê atenção aos escritores herméticos, principalmente.
Ocultismo é um saco, pelo menos se você for estudar seriamente. Você pode perder a vida se tiver um projeto ambicioso como se aproximar de Deus.
Você também pode pular algumas etapas no que te falei. Sobre a parte do pensamento grego, saiba que boa parte é "dispensável". Dito isso, recomento que entenda um pouco sobre o funcionamento do Cosmos de Ptolomeu. Entenda também alguns dos símbolos planetários, porque seu entendimento irá lhe ajudar no futuro.
Pra me namorar tambéme tem que gostar dos animes:
Akame ga Kill! Akarui Sekai Keikaku Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Criminale! Dog Style Domina no Do! Eden no Ori Yu-gi-oh
Sobre assistir Yu-gi-oh; quando eu era adolescente, gostava (na época que passou na TV Globinho e era moda), mas hoje em dia não gosto mais; então não assistiria de novo.
Quanto às minhas lembranças marcantes de Yu-gi-oh:
Em 2003, Yu-gi-oh era moda e todo mundo na escola da quinta e da sexta série jogava com cartinhas piratas, já o pessoal da sétima e da oitava não se interessava. A propósito, em 2003 tiveram duas grandes modas de brinquedos baseados em animes, cartinhas de Yu-gi-oh e Beyblade. Outro brinquedo que todo mundo da quinta e da sexta série levava pra escola em 2003 depois que passou a moda de Yu-gi-oh e começou a moda da Beyblade era a Beyblade.
Outra lembrança marcante que tenho de Yu-gi-oh é que em 2003 na escola o pessoal criava suas próprias cartinhas, fazendo desenhos e estatísticas.
Fujimura-kun Mates Gantz Gou-Dere Bishoujo Nagihara Sora‚ô• Higurashi no Naku Koro ni Kai: Matsuribayashi-hen Hitsugi no Chaika Ichigo 100% Ichinensei ni Nacchattara In Bura!: Bishoujo Kyuuketsuki no Hazukashii Himitsu Jigokuren: Love in the Hell Jinzou Shoujo JoJo no Kimyou na Bouken Part 4: Diamond wa Kudakenai JoJo no Kimyou na Bouken Part 5: Ougon no Kaze JoJo no Kimyou na Bouken Part 6: Stone Ocean JoJo no Kimyou na Bouken Part 7: Steel Ball Run Kaibutsu Oujo Lucky‚ėÜStar Mahou no Iroha! Mahou Tsukai Kurohime Monster Hunter Orage Mujaki no Rakuen Needless Zero Nyotai-ka Onihime VS Oretama Perowan!: Hayakushinasai! Goshujinsama‚ô™ Re:Marina Rosario to Vampire Saitama Chainsaw Shoujo Sankarea School Rumble Shingetsutan Tsukihime Shocking Pink! Shurabara! Sora no Otoshimono Sora no Otoshimono Pico Akame ga Kill! Ana Satsujin Asu no Yoichi! Azumanga Daioh Balance Policy Black Cat BlazBlue: Remix Heart Chichi ga Loli na Mono de Choujigen Game Neptune: The Animation - Dengeki Comic Anthology Come Come Vanilla! Dorohedoro Nekopara Pet Toaru Kagaku no Railgun Magia Record: Mahou Shoujo Madoka‚ėÜMagica Gaiden Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita.Rikei ga Koi ni Ochita no de Shoumei shitemita. Isekai Quartet 2Isekai Quartet 2 Ishuzoku Reviewers Somali to Mori no Kamisama Eizouken ni wa Te wo Dasu na!Eizouken ni wa Te wo Dasu na! Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu.Itai no wa Iya nano de Bougyoryoku ni Kyokufuri Shitai to Omoimasu. Jibaku Shounen Hanako-kun Haikyuu!!: To the TopHaikyuu!!: To the Top Darwin's GameDarwin's Game Kyokou SuiriKyokou Suiri Plunderer
PRE REQUISITO: GOSTAR DE FILMES DE FAROESTE.
IMPORTANTE: Se você gosta de filmes de super heroi, pare de ler e va se foder.
Se você é assim, fique longe de mim.
N√ÉO QUERO AS MULHERES QUE: As que falam palavr√Ķes As que fumam As que usam drogas As que postam foto com bebida Que bebem (menos ūüć∑, isso √© coisa de dama) As que v√£o para balada, festa, rave etc As que postam fotos com short curto, decote ou sensuais
Há uma coisa que eu quero que você entenda sobre nós os homens.
Quando voc√™ colocar uma foto sua nua no facebook, fazendo uma pose gostosa, mostrando os seios ou como vemos em v√°rias fotos mostrando o bumbum ou deitada sedutoramente em sua cama, a √ļnica coisa que voc√™ faz √© que as pessoas tenham desejo sexual por voc√™, claro em A maioria dos casos por parte de homens.
Eu sei que voc√™ vai ficar t√£o emocionada com os 500 likes, 120 coment√°rios e as in√ļmeras mensagens privadas! Voc√™ vai querer postar cada vez mais fotos para se sentir cada vez mais no topo.
Mas há algo importante que você precisa saber:
Na verdade nenhum desses caras que gostam, comentam ou enviam mensagens privadas te ama. Tudo o que eles querem é usá-la e depois atirá-la para o lixo, para ser honesto nenhum deles a levaria para sua casa para ser sua esposa, acredite em mim, você para eles não é mais que uma menina de programa em busca de popularidade barata No Facebook.
Os homens ricos os que tem o que você procura "dinheiro" ou os pobres admiram as mulheres que se vestem com decência e se respeitam. Uma vestimenta decente que não revela muito o seu corpo, leva-os a amar e a respeitar-te, isto a simples vista nos diz que és uma mulher virtuosa, alguém a quem se pode levar para casa para ser esposa e mãe.
Isto em muitos casos diz-lhes que você foi criada com princípios morais e lhes dá detalhes do seu bom histórico familiar.
Eles n√£o se preocupam muito com a maquiagem excessiva, uma mulher digna de propor casamento sempre se distingue do monte, n√£o importa como.
Valoriza seu corpo, lembre-se que para encontrar diamantes é preciso cavar, respeita, e um verdadeiro homem vai te respeitar de um modo ou de outro.
Mas você terá muito respeito: Mulher, não mostre seu corpo no facebook, você não sabe que tipo de pessoas, venha suas coisas, você é uma mulher bela, não precisa de fotos, nem mostrar tanto, você pode conquistar com sua simpatia, com seu educacióncon seu sonrrisa,
As que j√° ficaram com amigos seus, ou que ficam com mais de 3 em um √ļnico ano As que n√£o trabalham ou estudam (ou que est√£o em um curso irrelevante de humanas) As que n√£o sabem o b√°sico de uma casa, como lavar, passar roupa, cozinhar, trocar fralda, etc As interesseiras As que est√£o pedindo presentes sempre As que j√° est√£o comprometidas As n√£o gostam de crian√ßas ou dizem que n√£o querem ter filhos (pessoas que n√£o querem ter filhos n√£o s√£o confi√°veis) As que tem piercing de bufalo
submitted by NoiteAmorosa to DiretoDoZapZap [link] [comments]


2020.04.27 22:47 shinytrash_92 Eu sou um peso na vida do meu marido

Ensaiei esse post por horas. Escrevi, apaguei, fui tomar banho, reescrevi, editei e n√£o postei. Criei uma conta alternativa e reescrevi uma √ļltima vez para conseguir postar e n√£o ser rastreada, pois o que estou prestes a falar √© humilhante demais para sequer imaginar que algu√©m que eu conhe√ßa esteja lendo, principalmente meu marido. Mas, a verdade √© que sou um peso na vida dele, e pior: covarde demais para me separar e deixar que ele prospere sozinho.
Contexto: estamos juntos h√° 14 anos, sendo 4 de casamento e 10 de namoro. Nos conhecemos super novos, ainda no cursinho. Eu era uma menina bonitinha, magrinha e pequena, com alguns hobbies e planos pela frente, mas, j√° fazendo tudo com uma certa dificuldade, principalmente por conta de um background com fam√≠lia e emocional bem inst√°veis. Ele era um cara super inteligente, j√° falava 3 l√≠nguas, tinha morado fora e vinha de uma fam√≠lia rica e equilibrada. Logo passou em medicina, numa faculdade p√ļblica, enquanto eu perdi mais uns anos no cursinho pra passar em um curso meio bosta numa particular.
Quero deixar claro que essas vis√Ķes s√£o minhas: Ele jamais me subestimou por ser mais rico, mais inteligente ou ter feito uma faculdade melhor que a minha. Eu que fui desenvolvendo esse olhar conforme fui percebendo que, enquanto eu sofria para estudar e precisava de ajuda dele com trabalhos e exerc√≠cios, ele ia fazendo a faculdade dele e a minha tamb√©m, por tabela. N√£o estou exagerando: ele desistiu de mat√©rias para me ajudar com o meu curso. Virou noites fazendo exerc√≠cios e estudando comigo. Quando casamos e veio a resid√™ncia, onde mal consegu√≠amos nos ver, me afundei em uma depress√£o profunda. A casa estava sempre uma zona, pois eu n√£o conseguia cumprir com as tarefas dom√©sticas (que eram minha responsabilidade, uma vez que ele tinha me ajudado com a faculdade e agora precisava de ajuda para terminar a dele). N√£o sei explicar, n√£o tenho energia. N√£o √© como se eu passasse o dia fazendo outras coisas, eu passava o dia na cama olhando pro teto. Nem s√©ries eu tinha vontade de ver. De quebra Engordei 40kg e tive muita dificuldade com o meu TCC. Sinto que ele vem me carregando desde ent√£o.
Se antes eu sentia que n√£o bastava por ser esse saco de lixo burro e in√ļtil, agora eu tamb√©m estou gorda e horrorosa. Nem esse, que era o papel mais basal de uma esposa - o de ser bonita - eu consigo mais cumprir. Nossa vida sexual tamb√©m foi embora - e n√£o por culpa dele, mas, por culpa minha! Ele insistia para fazermos amor, mas, eu tinha vergonha demais do meu corpo e fui recusando, at√© ele parar de pedir. Esse ano, se transamos 3x foi muito.
Obviamente que n√£o √© s√≥ isso. Para o pacote ser bem completo, al√©m de burra, in√ļtil e gorda, eu tamb√©m sou uma pessoa dif√≠cil de lidar. Briguei e cortei rela√ß√Ķes com muita gente pr√≥xima dele. V√°rios amigos dele n√£o gostam de mim, o irm√£o dele me odeia, as tias dele tamb√©m. Sei que os pais dele s√£o corteses, mas que tamb√©m prefeririam que ele estivesse solteiro. Eu tenho surtos de raiva, provavelmente relacionados com o meu background familiar, e sempre acabo com as minhas rela√ß√Ķes pessoais. Ele √© praticamente a √ļnica pessoa que restou. Mesmo minha amiga mais pr√≥xima, a √ļnica que conservei da faculdade, sinto que s√≥ gosta de mim por que quer estar pr√≥xima dele tamb√©m.
A gota d'√°gua foi recentemente ter sido mandada embora da empresa em que eu trabalhava, que, por conta do COVID decidiu s√≥ manter os funcion√°rios essenciais. Obviamente que eu n√£o sou essencial e fui afastada. Agora, al√©m de gorda, in√ļtil e burra, tamb√©m sou financeiramente dependente dele. Nem o sal√°rio terrivelmente baixo que eu recebia eu tenho mais para ajudar com as despesas (que eu mesma gero).
Ele, sempre paciente, diz que está tudo bem. Diz que segura as pontas, para eu aproveitar esse tempo e procurar um curso online e me relançar no mercado quando a quarentena acabar. Ele banca. E essas palavras me cortam por dentro, porque com que cara eu vou falar pra ele que não tem absolutamente nada que eu queira fazer? Que quando eu acordo de manhã, o simples pensamento de levantar da cama me faz querer morrer? Que o ponto alto do meu dia é quando eu vou dormir e passar horas desacordada??? Eu não tenho mais energia, minha cabeça dói o tempo todo, preciso fazer pausas enquanto faço as tarefas domésticas ou não consigo continuar. Não posso falar nada disso pra ele pois ele já perdeu tempo demais lidando com a minha bullshit no passado e tem uma fucking pandemia acontecendo no país, que é muito mais urgente.
Eu só queria poder retribuir um milésimo de tudo o que ele fez por mim. Eu só queria não ser um peso na vida do homem que eu amo.
Eu vejo essas esposas modelo e me sinto tão absolutamente aquém. Eu só queria conseguir fazer coisas simples, sabe? Basicas. Não precisa ser nada de grandioso no começo. Pintar minhas unhas, por exemplo, essas mulheres sempre tem unhas tão compridas e bonitas... Mas, nem isso eu consigo fazer. As minhas são roídas e horrorosas.
Queria poder receber ele em casa com um jantar balanceado e saud√°vel todos os dias. Mas, n√£o consigo manter minha dieta nem por 2 dias consecutivos.
Queria manter a rotina de limpeza da casa, passar roupa, cuidar dele como ele sempre cuidou de mim. Mas n√£o consigo manter, me desinteresso, passo um dia na cama e os outros j√° est√£o perdidos depois.
O fato é que estou cansada de tentar e fracassar toda vez. Devo ter algum problema psicológico ou um retardo mental que me impede de fazer melhor.
Eu j√° pensei diversas vezes em deix√°-lo, porque, certamente ele conseguir√° me substituir por algu√©m melhor, mais atenciosa, mais presente. Algu√©m que n√£o seja um atraso. Sei inclusive de mulheres do hospital em que ele trabalha dando em cima dele. Eu fico brava e com ci√ļmes, mas, ao mesmo tempo sou t√£o insuficiente que penso: ser√° melhor n√£o deixar acontecer?
Mas, a verdade √© que sem ele eu perderia a √ļnica coisa que fiz certo na minha vida. Eu nem teria pra onde ir pois n√£o tenho fam√≠lia nem dinheiro. Estaria literalmente na rua. Que pat√©tico, n√©? Em pleno s√©culo 21, depois de tantos direitos conquistados por mulheres que vieram antes de mim, meu maior feito na vida foi ter casado com um homem bom... E n√£o merec√™-lo. N√£o consegui conquistar nada por mim mesma.
Se eu tivesse vergonha na cara daria um fim nessa vida miserável e parava de ser um peso morto (rsrs sacaram? é pq eu sou gorda também)
submitted by shinytrash_92 to desabafos [link] [comments]


2019.12.16 03:12 Tinyze Odeio quando meu amigo usa o celular enquanto estou falando

Como a pessoas não se toca da falta de educação que isso representa?! Você não é obrigado a achar meu assunto ou modo de falar interessante. Posso só falar asneira e coisa que não agrega em nada. Mas finge pelo menos seu porra! Ou fala logo que não tem interesse em ouvir de cara, sei lá. Eu sempre te ouço, mesmo quando são comentários carregados de preconceito e julgamento. Mas fico lá, até o final, por mais chato que seja, por educação e consideração, mesmo que no final eu discorde.
Ontem mesmo, falei meio que comigo mesmo, depois de ver uma notícia:
- Nossa, Tarantino falou de novo sobre Kill Bill 3 kkk
- Que? Como assim? √Č filme isso?
- Sim. √Č sobre vingan√ßa. Fazem um massacre no casamento de uma mulher. Matam todo mundo e tentam matar ela...
Nesse momento ele pega o celular. Eu continuo falando olhando para um ponto vazio da mesa
-... Ela se vinga de todos e a filha de uma dessas pessoas v√™ ela matando a m√£e. A√≠ ela diz que se a menina quiser se vingar um dia, vai estar esperando. Boatos que esse seria o plot para o 3¬ļ filme....... Enfim, √© bem legal.
Volto a trabalhar no notebook, e fica um silencio de meio minuto. Até que ele fala, ainda usando o celular:
- ... Nossa, no casamento?
-... Aham.
Cara, que ódio bicho. Se fosse algo importante, mas nem isso. Tava só rolando aquela merda de instagram pra ver foto de chow chow.
Da próxima o suto vem. Vou começar a falar um monte de coisa desconexa e depois dar um sermão.
submitted by Tinyze to desabafos [link] [comments]


2019.09.10 04:52 Dreckv Sobre os pais irrespons√°veis

Quem ainda estuda vai entender o que eu estou falando, do tanto de menina de 10-13 anos que saem com caras acima de 18 anos. Eu estava olhando para cenas como essas, de meninas de 11 anos se pegando com caras de 20 anos na saída da escola, e comecei a pensar nos pais dessas crianças.
Quando uma criança sofre abuso sexual, aparece os pais dela na televisão, indignados, chorando litros, gritando a condenação do abusador, mas o engraçado é que nesse mesmo dia que ocorreu o abuso, a mãe deixou a filha sair para o baile funk usar drogas. Não estou dizendo que o pedófilo não tem culpa, claro que ele tem, aliás, ele é o maior responsável de tudo isso, afinal, se não existisse pedófilos não existiria pedofilia. Mas eu estou querendo dizer é que na maioria dos casos a família também tem culpa, a irresponsabilidade da família também causa isso.
Quem mora em comunidade vê muito isso, vê crianças e jovens de 11-16 anos saindo para baile funk com um short extremamente curto e com um copão de alguma bebida na mão, isso quando não está com um lança perfume ou com outro tipo de droga. O pior é que quando uma garota menor de idade aparece com um cara muito mais velho em casa, a família aceita. Eu tenho duas primas de 16 anos que namoram com caras mais velhos, um namora com um homem de 22 anos e outra namora com um pseudo-médico de 28; sem contar a minha ex-namorada, que quando tinha 12 anos namorou sério com um cara de 30, sim, quando eu digo sério eu digo com consentimento familiar, inclusive eles dormiam na mesma cama.
Você pode ver que hoje a pedofilia está aumentando muito por causa da internet, tem até testes sociais no YouTube que mostram como um pedófilo consegue facilmente convencer uma criança pelas redes sociais. Quando você vê um caso de pedofilia, normalmente é um vídeo que está circulando pela internet, um vídeo ínfimo que a criança mandou para outra pessoa. Então eu me pergunto, cadê os pais dessas crianças? Os pais simplesmente dão um celular na mão das crianças, e deixam elas fazerem o que bem entenderem no celular e nas redes sociais, não impondo limites, e nem se importando com quem a garota (ou garoto) conversa ou deixa de conversar.
Eu n√£o vou ser hip√≥crita e dizer que isso s√≥ acontece agora, sempre aconteceu, s√≥ que antes havia limites e regras, hoje n√£o. Antigamente, existia de uma pessoa da maior idade ter rela√ß√Ķes com um(a) menor de idade, o que eu acho completamente errado, s√≥ que pelo menos havia delimita√ß√Ķes, o pai tinha que permitir, e para o pai permitir, o(a) pretendente tinha que casar, dar uma casa, trabalhar, mostrar que vai cuidar bem da pessoa e etc. Hoje n√£o, hoje uma garota de 13 anos aparece com um velho tarado diferente por m√™s em casa, e a m√£e acolhe o velho como se fosse algu√©m da fam√≠lia, e se a garota aparecer gr√°vida a m√£e at√© prop√Ķe casamento.
Essa irresponsabilidade dos pais me preocupa, eu acho que um dos principais passos para acabar com a pedofilia é mudando a educação das crianças, mudando essa educação que os pais dão, tirando essa liberdade que as crianças tem. Até meus 16 anos eu não podia nem sair na esquina, hoje crianças de 11 anos saem para baile funk e tomam anticoncepcionais dados pela própria mãe, isso é de fato preocupante.
submitted by Dreckv to brasilivre [link] [comments]


2019.04.16 18:57 lizziehope Estava l√°

A casa na praia estava l√°, ningu√©m al√©m de mim lembrava das mem√≥rias mais bonitas que viveram naquela casa amaldi√ßoada. Queria colocar fogo em minha cabe√ßa, gostaria de matar os judeus, hebreus. Entendo o nazismo ao viver os tempos crist√£os aqui. "Ser√° que um dia eles, morrendo, parar√£o de criar essa merda de Deus e igreja que sufoca todos que procuram respostas s√©rias e cient√≠ficas?" (Eu pensando sobre crist√£os, n√£o judeus) Mas, enfim, odeio o pai narcisista dessa religi√£o da mesma forma. Espero que todos parem logo de acreditar nisso e realmente pensem "uau, somos humanos, temos um corpo f√≠sico e n√£o uma alma. Uau" Eu gostaria de pensar assim, mas como fugir? Que Deus pedir para vir e me ajudar dessa fam√≠lia cega e que segue esse deus machista merda? N√£o sei. Ent√£o s√≥ aumento a m√ļsica, e pe√ßo que calem a boca na mente. Na praia, na casa, talvez. Um dia sozinha, talvez, finalmente, terei minha pr√≥pria vida. Sozinha. Quando tentei viver com voc√™, tive que disputar uma luta horr√≠vel, espero - mesmo sendo imposs√≠vel - que ningu√©m mais lute essa maldita farsa de fam√≠lia que voc√™ tem. Tamb√©m n√£o deixarei ningu√©m ver essa fam√≠lia falsa que tenho, protegerei meus futuros amores. Mas, levando a s√©rio, espero que voc√™ morra. Levando mais a s√©rio, espero que toda a sua fam√≠lia morra. Levando o triplo de s√©rio, espero que tudo o que voc√™s desejaram para mim volte mil vezes para voc√™s. Eu sei muito bem o quanto voc√™s v√£o passar mal. Dor de cabe√ßa, dor nos ombros, convuls√Ķes. Espiritismo n√£o √© brinquedo, mas parece at√© brincadeira na m√£o de pessoas t√£o pequenas. Queria poder ensinar sobre religi√£o para voc√™s, mas depois de tr√™s tapas na cara e um "eu li livros grossos de espiritismo" e cachorros que latem para voc√™, bem, s√≥ recomendo que v√° em paz. Como algu√©m pode ser realmente capaz de amar essa pessoa? Perguntava ao olhar para ela, repetindo as mesmas coisas, chorando enquanto o filho pensava "saia". Ent√£o me liguei, na liga√ß√£o estranha. "Repetir v√°rias vezes que ele tomava banho com as irm√£s sempre e era normal" Olhei para ele, ele me olhou. "Fala, filho, fala que isso √© mentira! Voc√™ n√£o √© assim" E ele olhou para mim, sem saber como dizer. "√Č, era mentira", respondi em seu lugar, quase sorrindo. Ela acreditou. Eles ficaram bem e unidos, enquanto os tr√™s filhos se esfregam mentalmente. "Pare de olhar para elas, por mim?" "Nossa, que menina chata", meus amigos diziam. Depois de finalmente ver como √© bom seu amor olhando para sua irm√£ e a irm√£ dele, voc√™ se depara com casamentos, vestidos, lingerie at√©... K E v√°rios pratos na cozinha, juntos. Que lindo foi, que lindo √©. Espero que seja lindo para sempre, mas espero que voc√™ saiba esconder. Na verdade, escolher. Escolha algu√©m t√£o tapada quanto elas, assim ser√° feliz. Talvez assim, finalmente as 4 - as galinhas e sua pr√≥xima escolhida - consigam conversar sem ningu√©m passar vergonha. "A√≠ que nojo usar uma panela para fazer isso", falou a pessoa que estuda at√© mil horas da noite. "√Č s√≥ ter uma panela apena para esse uso, pequena", respondo, j√° que absorventes fazem mal para o ambiente, para si e s√£o fedorentos, mas deixe assim, as limpas meninas burras. "Espero que elas encontrem a morte antes de me encontrar", digo em uma pequena hist√≥ria, esperando que tenha poder. "N√£o diga isso!", Algu√©m que gosta de mim, aconselha. "Eu pago, eu pago para algu√©m. Essas pessoas que ocupam espa√ßo n√£o podem sobreviver, sao como baratas explodindo por todos os cantos, finalmente botando ovos nojentos e se multiplicando, algu√©m derrube logo isso antes que eles se comam novamente" E ent√£o ele diz, com l√°grimas nos olhos, de raiva e tristeza: "Eu odeio voc√™!" E eu respondo: "Seu fone est√° aqui, imbecil"
submitted by lizziehope to u/lizziehope [link] [comments]


2018.12.05 23:22 avehomem [10 anos] COMO ME FUDI NO SHOW DO LOS HERMANOS

O texto abaixo corre a internet já faz algum tempo já faz pelo menos uma década. Vi a notícia do show do Loser Manos e quis reler o texto. Fui procurar e notei que o texto foi publicado neste blog em 11 de novembro de 2008. Ou seja, completou 10 anos algumas semanas atrás.
Pelo que parece é a fonte original, mas não tenho certeza. Eu, assim como todos meus conhecidos, li em algum outro fórum ou comunidade do Orkut. Divirtam-se!

COMO ME FUDI NO SHOW DO LOS HERMANOS,
por Adolar Gangorra em adolargangorra

Voltei para o Brasil há pouco tempo. Vivia com minha família na Inglaterra desde garoto. Estou morando no Rio de Janeiro há uns três meses e agora estou começando a me enturmar na Universidade. Não sei de muita coisa do que está rolando por aqui, então estou querendo entrar em contato com gente nova e saber o que tá acontecendo no meu país e, principalmente, entrar em bastante contato umas garotas legais, né?

Mas foi meio por acaso que eu conheci uma menina maneir√≠ssima chamada Tain√°. Diferente esse nome, hein? Nunca tinha ouvido. Estava procurando desesperadamente um banheiro no campus quando vi uma porta que parecia ser a de um. Na verdade, era o C.A. da Antropologia. A garota j√° foi logo me perguntando se eu queria me registrar em algum movimento estudantil de sei l√° o que. Que bacana! Que politizada ela era! E continuou a me explicar a import√Ęncia de eu me conscientizar enquanto enrolava em beque da grossura de uma garrafa t√©rmica. Pensei em dizer que estava precisando cagar muito r√°pido, mas ela era t√£o gata que eu falei que sim. Tain√°: cabelos pretos, baixinha e com uma estrutura rabial nota dez... A√≠, acho que ela me deu um certo mole... Conversa vai, conversa vem, ela me chamou para um show de uma banda naquela noite que eu nunca tinha ouvido falar: Loser Manos. Nome engra√ßado esse! Estava fazendo uma for√ßa sobre-humana para manter a mor√©ia dentro da caverna, mas realmente tava foda. Continuamos conversando e rindo. Ela riu at√© bastante, mas eu, na verdade, tava era mesmo rilhando os dentes porque assim ficava mais f√°cil disfar√ßar as contra√ß√Ķes faciais que eu estava tendo ao travar o meu cu para n√£o cagar ali mesmo na frente dela.

Pensando bem, eu tinha ouvido falar sim alguma coisa sobre essa banda l√° na Europa ainda, mas n√£o lembro bem o qu√™. Ah, acho que vi esses caras hoje no notici√°rio local dando uma entrevista. Achei que fosse uma banda de crentes tradicionalistas tipo Amish. Todos de barba, com umas roupas meio fudidas. Parecia at√© a Fam√≠lia Buscap√©! D√£o a impress√£o de ser uns sujeitos legais, mas o que me chamou a aten√ß√£o mesmo foi o jeito da rep√≥rter, como se fosse a f√£ n¬ļ 1 deles, como se estivesse cobrindo a volta do Beatles ou coisa parecida. N√£o entendi esse jeito "vibr√£o" de trabalhar. Bom, mas se eu conseguir ficar com o bicho bom da Tain√° hoje √† noite, j√° t√ī no lucro! Marcamos de nos encontrar na entrada do gin√°sio. Rapaz, acho que t√ī dando sorte aqui no Brasil!

Ia ser fácil achar essa garota no meio da multidão. Ela se veste de uma maneira estilosa, diferente, bem individual: sandália de dedo, saia indiana, camiseta de alça, uma bolsa a tiracolo e o mais interessante: um óculos retangular, de armação escura e grossa, engraçado até! Depois de uns mil "Desculpe, achei que você fosse uma amiga minha.", finalmente encontrei Tainá e seu grupo de amigos. Cacete, isso sim é que é moda! Parecia uniforme de escola!

Ela me apresentou suas amigas, Janaína e Ana Clara e seus respectivos namorados, Francisco e Bento. Uma mistura de fazendeiros com intelectuais. Um cara de macacão, de sandália de pneu e com ar professoral. Outro de colete, tênis adidas, óculos e também com ar professoral. Pareciam ser legais, "do bem" como eles mesmo falam... Mas que não me deram muita conversa. "Do bem", isso mesmo! Gíria nova... Todos aqui são "do bem". E que nomes tão simples e idílicos! Janaína, Ana Clara, Francisco, Bento e Tainá. Nada de Rogérios ou Robertos. E eu que já tava me sentindo meio culpado por me chamar Washington... Realmente estava no meio de uma nova época da juventude universitária brasileira!

Comecei a conversar com a Tain√° antes que a banda entrasse no palco. A√≠... acho que t√° rolando uma condi√ß√£o at√©! Quem sabe posso me dar bem hoje? Ela come√ßou a falar de m√ļsica: "De quem voc√™ √© f√£?", perguntou. P√ī, eu me amarro no George..." Ela imediatamente me interrompeu, dizendo alto: "Seu Jorge? Eu tamb√©m amo o Seu Jorge!" Puxa, que legal! Ela gosta tanto do George Harrison que se refere a ele com uma intimidade √ļnica! Chama ele de "Seu"! Seu Jorge! Isso √© que √© f√£! "Legal voc√™ j√° conhecer ele, hein? Eu sabia que ele ia se dar bem na Europa! O Seu Jorge √© um g√™nio!", ela emendou. P√ī, eu morava na Inglaterra. Como eu n√£o ia conhecer o George Harrison?

Essa eu n√£o entendi...

Logo ela perguntou quais bandas que eu gostava. "Eu curtia aquela banda da Bahia...".

"Ah, Os Novos Baianos, n√©?? Adoro tamb√©m!" "N√£o, Camisa de V√™nus! "Silvia! Piranha!" cantei, rindo. A cara que ela fez foi de quem tinha bebido um balde de suco de lim√£o com sal. Senti que ela n√£o gostou muito da piada. Tentei consertar: "Achava eles engra√ßados, mas era coisa de moleque mesmo, sabe?" √ďbvio que n√£o funcionou... A√≠, acho que dei um fora...

Depois, Tain√° foi me explicando que o tal Loser Manos √© a melhor banda do Brasil, etc., etc., etc., e que eles "promovem um resgate da boa m√ļsica brasileira". "Tipo Os Raimundos com o forr√≥?", perguntei. "Claro que n√£o!", disse ela meio exaltada! Ela me falou que n√£o se pode comparar os Hermanos com nada porque "eles s√£o √ļnicos", apesar de hoje existirem outros excelentes artistas j√° reverenciados pela m√≠dia do Rio de Janeiro como Pedro Luis e a Parede, Paulinho Moska, O Rappa, Ed Motta, Orquestra Imperial, Max de Castro, Simoninha e Farofa Carioca. Ela mencionou tamb√©m "Marginalia" ou coisa parecida. Foi isso mesmo que eu ouvi? Achei que ela estivesse elogiando eles... Esses foram os nomes art√≠sticos mais escrotos que j√° tinha ouvido, mas fiquei quieto. Fico feliz em saber sobre essa nova onda musical pois quando sa√≠ do Brasil o que fazia sucesso no Rio era Neuzinha Brizola e seu hit "Mintchura". Ainda bem que tudo mudou, n√©?

Só depois percebi que o nome da banda é em espanhol: Los Hermanos. Ah bom! Mas se eles são tão brasileiros assim porque não se chamam "Os Irmãos"? Quando saí daqui os nomes de muitas bandas costumavam ser em inglês e até em latim. Ainda bem que essa moda de nomes de bandas em espanhol não pegou no Brasil!

Pelo que me lembro, ao explicar qual √© a dos "Hermanos", ela usou a express√£o "do bem" umas 37 vezes e disse que eles falam de romantismo, lirismo, samba e circo. Legal, mas circo? P√ī, circo √© foda! Uma tradi√ß√£o solidificada nos tempos medievais que ganha dinheiro maltratando animais. Onde est√° a poesia de ver um urso acorrentado pelo pesco√ßo tentando se equilibrar miseravelmente em cima de uma bola enquanto √© puxado por um cara com um chicote na m√£o? R√°, r√°, r√°... Engra√ßado pra caralho! Na boa, circo √© meio deprimente. Palha√ßo de circo s√≥ troca tap√£o na cara e espirra √°gua nos olhos dos outros com flor de lapela e quando sai do picadeiro, vai chorar no camarim. Que merda! A √ļnica coisa legal no circo mesmo √© quando ele pega fogo! Isso sim que √© um espet√°culo de verdade! Aquela correria toda, etc. Senti que essa galera se amarra em circo. N√£o faz sentido se eles s√£o t√£o politicamente corretos assim, n√©? E os pobres animais? E eu querendo n√£o passar em branco na conversa com a Tain√°, mas n√£o conseguia lembrar de jeito nenhum a √ļnica coisa que eu sabia sobre a banda... Cacete...! O que era mesmo?

De repente, uma gritaria hist√©rica! O show tava come√ßando! O gin√°sio veio a baixo! Perguntei pra ela: "Eles s√£o todo irm√£os, n√©, tipo o Hanson?" Ela disse um "n√£o" esquisito, como se eu tivesse debochando. Todos eles usam uma barba no estilo Velho Testamento e se chamam "Los Hermanos"! O que ela queria que eu pensasse? Ap√≥s ouvir a primeira m√ļsica deu pra ver que os caras s√£o profissionais mesmo, tocam muito bem e s√£o completamente idolatrados pelo p√ļblico, para dizer o m√≠nimo. Fiquei prestando aten√ß√£o ao show. P√ī, as m√ļsicas s√£o boas! D√° pra ver uma influ√™ncia de Weezer, Beatles e Chico Buarque. Esse a√≠ √© fod√£o, excelente compositor mesmo. L√° na Inglaterra conhecia uns caras que eram ligados ao movimento "Dark", como chamam por aqui. S√£o os sujeitos que gostam de The Cure, Bauhaus, Sister of Mercy, etc. E tem a maior galera aqui no Brasil tamb√©m que se veste de preto, n√£o toma sol, curte um pessimismo niilista e se amarra nessas bandas. Mas se eles sacassem que o Chico Buarque √© o genu√≠no artista "Dark" brasileiro... P√ī, √© s√≥ ouvir as m√ļsicas dele pra perceber: "Morreu na contra-m√£o atrapalhando o tr√°fego" ou "O tempo passou na janela √© s√≥ Carolina n√£o viu". "Pai, afasta de mim esse c√°lice, de vinho tinto de sangue" ou "Taca pedra na Geni, taca bosta na Geni, ela √© boa pra apanhar, ela √© boa de cuspir, ela d√° pra qualquer um, maldita Geni". Tudo alegr√£o, n√©? A√≠, se eu fosse dark, s√≥ ia ouvir Chico Buarque, brother!

Tentei reengatar a conversa dizendo que achava ao baixista o melhor m√ļsico dos Los Hermanos. Ela respondeu, meio irritada: "Mas ele n√£o √© da banda!" Como eu ia saber? O cara tem barba tamb√©m! A√≠, n√£o t√ī entendendo mais nada...

Adiante, ela me disse que o cara que ela mais gostava na banda era um tal de Almirante. Depois de alguns minutos deu pra ver que o camarada imita um pouco os trejeitos do Paul McCartney, s√≥ que em alt√≠ssima rota√ß√£o. Ele fica se contorcendo feito um maluco enquanto os outros ficam est√°ticos. √Č engra√ßado at√©! Parece que ele tem uma micose num lugar dif√≠cil de co√ßar! E fica falando e rindo direto. Ele √© o irm√£o gaiato do cara que canta a maioria das m√ļsicas, o tal de Marcelo Campelo, como anunciaram no notici√°rio local hoje. Isso mesmo, Marcelo e Almirante Campelo: "Os Irm√£os"! Legal! J√° tava me inteirando! Ah, e tem tamb√©m dois gordinhos de barba que est√£o l√° tamb√©m, mas devem ser filhos de outro casamento...

Tava um calor desgra√ßado, coisa que eu realmente n√£o estou mais acostumado. Fui rapid√£o ao bar pra beber alguma coisa. Comprei umas quatro latas de refrigerante que era o √ļnico tro√ßo que tava gelado para oferecer para meus novos amigos: "A√≠, trouxe umas coca-colas pra voc√™s!" Ouvi a seguinte resposta: "Coca-Cola? Isso √© muito imperialista... Guaran√° √© que √© brasileiro!" Puxa, que pessoal politizado... Isso mesmo, viva o Brasil! "Yankees, go home", r√°, r√°! Outro fora que eu dei! Mas, pensando bem, eles n√£o usam o Windows e o Word pra fazer trabalhos da universidade? Ou usam o "Janelas"? Dessas coisas gringas n√£o √© t√£o mole de abrir m√£o, n√©? Mais f√°cil n√£o tomar Coca-Cola! Isso sim que √© ativismo estudantil consciente! Posicionamentos pol√≠ticos √† parte, tava quente pra burro, ent√£o bebi tudo sob o olhar meio atravessado de todos eles... fazer o qu√™?

L√° pelas tantas, come√ßou uma m√ļsica e todo mundo berrou e pulou. Parecia o fim do mundo. Logo nos primeiros acordes, reconheci o som e falei pra Tain√°: "Ah, eu sei o que √© isso! √Č um cover do Weezer! Me amarro em Weezer!" Ela olhou pra mim com uma cara indignada e disse: "Que Weezer o qu√™? O nome dessa m√ļsica √© "Cara Estranho". J√° vi que n√£o gostou de novo... Mas quem sou eu pra dizer algum coisa aqui, n√©? Porra, mas que parece, parece! Mas o que era mesmo que eu n√£o consigo lembrar de jeito nenhum sobre eles? Acho que conhe√ßo alguma outra m√ļsica deles... S√≥ n√£o consigo dizer qual...

Sabia que se eu quisesse me dar bem logo com a Tain√° teria que ser entre uma m√ļsica e outra pois parecia que ela estava vendo um disco voador pousar enquanto os caras tocavam. Resolvi fazer uma piada pra descontrair, que sempre rola em shows. Quando o Campelo tava falando alguma coisa qualquer, berrei: "Filha da putaaaaaaaaaa!" Pra que? Tain√° e sua mil√≠cia hermanista me deram uma cutucada monstra na costela que me fez enxergar em preto e branco uns 5 minutos! P√ī, todo show algu√©m grita isso! √Č quase uma tradi√ß√£o at√©! Eu me amarro no cara! E √© s√≥ uma piada! A√≠, esse pessoal leva tudo muito a s√©rio! Caralho... Pensei em pegar uma camisinha da minha carteira e fazer um bal√£o e jogar pra cima, como rola em todo show, pra mostrar pra Tain√° que eu sou uma cara consciente, tipo: "A√≠, Tainaz√£o, se tu se animar, eu t√ī preparado!", mas depois dessa vi que senso de humor n√£o √© o forte dessa galera...

O tempo tava passando e nada de eu ficar com minha nova amiguinha. Quando fui tentar falar uma coisa no ouvido dela, foi o exato momento em que come√ßou uma outra m√ļsica. Foi a√≠ que a louca deu um grito e um pul√£o t√£o altos que eu levei uma cabe√ßada violenta bem no meio do meu queixo! Ela n√£o sentiu nada, √≥bvio, pois estava em transe hipn√≥tico s√≥ por causa de uma can√ß√£o sobre a beleza de ser palha√ßo ou lirismo do samba ou qualquer outra coisa do g√™nero. A porrada foi t√£o forte que eu mordi um peda√ßo da l√≠ngua. Minha boca encheu d¬ī√°gua e sangue na hora! Enquanto eu lutava pra n√£o desmaiar, instintivamente enfiei a manga da minha camisa na boca pra estancar o sangue e n√£o cuspir tudo em cima de Ana Claudia e Janda√≠na or something. S√≥ que estava t√£o tonto com a cabe√ßada que tive que me segurar em uma ou outra pessoa pra n√£o cair duro no ch√£o. Foi quando ouvi: "Nossa, que horror! Lan√ßa-perfume! Esse playboy t√° doid√£o de lan√ßa! Que decad√™ncia..." Lan√ßa-perfume? Cara, l√≥gico que n√£o! E mesmo que tivesse, todo show tem isso! Mas nesse, n√£o pode. √Č "do bem". √Č feio ter algu√©m cheirando lol√≥!! P√ī, todo show que eu fui na vida tinha algu√©m movido a clorof√≥rmio. Aqui, n√£o. Rapaz, onde fui me meter?

Babei na minha camisa at√© o ponto dela ficar ensopada! Fui ao banheiro tentar me recuperar do cacete que tomei. Lavei o rosto e tirei a camisa. Quando voltava passei por uma galera e ouvi resmungarem alguma coisa do tipo: "...e esse mala a√≠ sem camisa..." Porque n√£o se pode tirar a camisa num show? Isso aqui n√£o √© s√≥ uma apresenta√ß√£o de uma banda? Parecia que eu ainda estava na Europa! Regul√Ķes do caralho... E, afinal, o que significa "mala"?

Estava enxergando tudo emba√ßado e notei que minhas lentes de contato tinham saltado pra longe com a cabe√ßa-ar√≠ete de Tain√° e esmagadas por centenas de sand√°lias de dedo. Lembrei que sempre levo um par de lentes extras no bolso. √Č uma parada moderna que eu achei l√° em Londres. Um estojo ultrafino com uma pel√≠cula de silicone transparente dentro que mant√©m as lentes umedecidas e prontas para uso. Abri o estojo e peguei cuidadosamente a pel√≠cula com as duas m√£os e elevei-a contra a luz para conseguir achar as lentes. Estiquei os polegares e indicadores, encostando uns nos outros, para abrir a pel√≠cula entre esses dedos. Balan√ßava o neg√≥cio levemente, de um lado para o outro, contra a pouca luz que vinha do palco para conseguir localizar as lentes. N√£o estava enxergando nada direito! Quando tava l√° com as m√£os pra cima, fazendo uma for√ßa absurda pra achar as lentes, um dos caras legais com nomes simples, me deu um puta safan√£o no ombro. √Č claro que o silicone voou longe tamb√©m... Caralho, minhas lentes! Custaram uma fortuna! Que filho da puta! "Que sinal √© esse que tu fazendo a√≠, meu irm√£o? T√° desrespeitando as meninas?"

"Que sinal?? Que sinal??", respondi, assustado!

"De buceta, palhaço!", apertando o meu braço que nem um aparelho de pressão desregulado. "Você tá no show do Los Hermanos, ouviu? Los Hermanos! Ninguém faz sinal de buceta em um show do Los Hermanos, sacou?", gritou o tal hipponga na minha cara.

Que viado, eu n√£o tava fazendo nada! Parecia uma freira de col√©gio! Que lance √© essa de buceta? Da onde esse prego tirou isso? As meninas... (Per√°i! Menina? A mais nova a√≠ tem uns 25!) ficaram me olhando com a cara mais escrota do mundo! A essa altura, j√° tinha percebido que n√£o ia agarrar a Tain√° nem que eu fosse o pr√≥prio Caetano Veloso! "Bento", que nome mais rid√≠culo... Isso aqui √© um show ou uma reuni√£o de alguma seita messi√Ęnica escolhida para repovoar a Terra?

Caramba, que noite infernal! Tava com a língua sangrando, sem enxergar direito, só de calça, arrotando sem parar e puto da vida porque só tinha aceitado vir aqui por causa de mulher. Estava no meu limite. Isso era um show ou uma convenção do Santo Daime? Que patrulhamento! E, de repente, vejo Tainá e seus amigos olhando feio pra mim e cantando a seguinte frase: "Quem se atreve a me dizer do que é feito o samba?" Aí foi demais! Eu me atrevo: Ritmo, melodia e harmonia. Pronto, só isso! Mais nada! Olha só: foda-se o samba, foda-se o circo, foda-se a obsessão por barba da família Campelo e, principalmente, foda-se essa galera "do bem" que está aqui!

Apesar de tudo, a banda √© realmente √© muito boa! O que incomoda mesmo √© esse p√ļblico metido a politicamente correto e patrulhador e a imprensa que for√ßa a barra pra vender alguma imagem hipertrofiada do que rola de verdade. Esse clim√£o de festival antigo de m√ļsica popular brasileira, daqueles com imagens em preto e branco, com todo mundo participando, que volta e meia reprisam na tv, tudo lindo e maravilhoso. "Puxa vida, um novo movimento musical brasileiro!"? "Estamos realmente resgatando a nossa cultura!" ? Que exagero... Ei, √© s√≥ m√ļsica pop! M√öSICA POP!

Caralho, finalmente lembrei! Eu conhe√ßo uma m√ļsica deles! Ouvi em Londres! Numa √ļltima tentativa de salvar meu filme com Tain√°, na hora do bis, berrei bem alto: "TOCA ANA JULIA!" S√≥ acordei no hospital. Tomei tanta porrada que vou ter que fazer uma pl√°stica pra tirar as marcas de pneu da minha cara! Fui pisoteado! Neguinho ficou puto! Qual √© o problema com essa m√ļsica? Me lembro de estar sendo chutado pela elite dos estudantes universit√°rios brasileiros e da pr√≥pria Tain√°, gritando e me dando um monte de bolsadas na cabe√ßa! Que porra louca! Tentaram me linchar! Ofendi todo mundo! P√ī, Ana Julia √© uma m√ļsica boa sim! √Č um pop bem feito! Se n√£o fosse, o "Seu Jorge" Harrison n√£o teria gravado, n√©? Se ele n√£o entende de m√ļsica, quem entende? Me disseram depois que o tal Campelo se retirou do palco chorando, magoado, e o outro irm√£o mais novo dele, o nervosinho que imita o Paul McCartney, pulou do palco pra me bicar tamb√©m. Do bem? Do bem √© o cacete...

Aí, sinceramente, ainda prefiro o show do Camisa de Vênus...
submitted by avehomem to brasil [link] [comments]


2018.11.20 00:27 phyrexio Procurei no Google o nome de todos os meus colegas de classe da terceira e quarta s√©rie e OLHA S√ď NO QUE DEU...

Meio desabafo, meio bate-papo, quis escrever esse post porque queria colocar pra fora esse sentimento meio esquisito que estou sentindo agora.

Estava arrumando umas gavetas velhas daqui de casa e encontrei um material escolar bem antigo, da primeira, terceira e quarta série. Deixei de lado pra pesquisar depois o nome dos colegas de turma. A atividade/trabalho da primeira série não tinha os nomes completos, só o primeiro nome, então não ajudou muito, mas como me mantive na mesma escola até o fim da terceira, alguns colegas estariam no no segundo livrinho, o da terceira série.

Comecei a procurar, um por um. Era um col√©gio particular de m√©dia renda (se √© que essa express√£o existe), ent√£o logo apareceram alguns perfis p√ļblicos de LinkedIn e Facebook, com cara de bem-sucedidos e que, por mais que eu n√£o lembrasse do rosto, a idade aparente me confirmava que era colega de escola. Sobre os rostos realmente familiares, veio a primeira paix√£ozinha. O nome √© muito simples, e partilhado com uma celebridade global, ent√£o j√° sabia que seria um saco pra encontrar. Procurei, procurei, procurei, fiz o macete de colocar "-nome" no Google pra filtrar os resultados da celebridade, mas nada de conseguir. Joguei no Facebook, nada tamb√©m. Encontrava algumas pessoas com mesmo nome, mas muito diferente do que eu lembrava. O mais estranho era que eu j√° tinha encontrado a pessoa ano passado, acho, no Facebook, e tinha reconhecido de cara, ent√£o com certeza reconheceria agora de novo. Voltei pro Google e coloquei "nome + cidade", e apareceu um link do Facebook com marca√ß√Ķes de check-in, e estava l√° no meio "Fulano esteve com Ciclano na Padaria da Vovozinha", at√© que finalmente achei. Abri o perfil e era a pessoa mesmo. Todas as fotos bloqueadas, mas ainda assim dava pra perceber. Tinha tamb√©m um amigo em comum que estudou comigo quando era pequeno. Tentei procurar no Instagram mas n√£o deu em nada, por conta do nome simples e compartilhado com a celebridade. Adicionei no Facebook s√≥ por adicionar mesmo, sem pretens√Ķes nenhumas.

Continuando a busca, as coisas ficaram mais engraçadas (?), mais curiosas: alguns eu voltaria a reencontrar durante a vida na faculdade. Uma das pessoas vejo com certa frequência pegando o mesmo fretado que eu na faculdade, e sempre achei familiar. Como nunca tive curiosidade de saber seu nome nem nada, ficou por isso mesmo, achei que a sensação era por conta de achar a pessoa bonita, sei lá. Muitos (mais do que eu esperava) colegas citados em processos judiciais (não sei ler um processo judicial, mas me aparentou que um era por porte ilegal de arma, outro por pensão, outro por isso, por aquilo, outro citado como advogado, etc), outros com perfis fechados de Facebook, alguns perfis simples de LinkedIn, e outros amigos (próximos) meus. Um (praticamente meu rival dos tempos de escola) virou fez engenharia química e virou DJ, o outro, meu melhor amigo, com quem tive um quase-contato há uns 6 ou 7 anos, continuava na Ordem Demolay, o terceiro não consegui encontrar, também por partilhar nome com uma celebridade.

Outro ponto que acho que vale comentar aqui é sobre um dos que virou nome de escola municipal. Que estranho, por quê será? Será que aconteceu alguma coisa? Voltei às artimanhas do Google e procurei por "nome -emeb", pra retirar o termo "emeb" das buscas. Outro processo judicial, e desta vez seu nome era citado como vítima de um acidente violento de carro, envolvendo sua morte e de uma outra pessoa.

Finalmente, come√ßaria a quarta s√©rie. Mudei de escola, e fui para uma escola p√ļblica da cidade, onde ficaria apenas meio ano estudando, pois me mudaria de Estado. Como forma de homenagem, a professora Telma me fez um livrinho de despedida, com mensagens de adeus, saudades, que seja feliz! de todos os alunos da classe, e seus respectivos endere√ßos para que eu enviasse cartas(!). Fez, tamb√©m, uma foto de toda a turma, e escreveu embaixo todos os nomes, seguindo fileira por fileira, como que uma legenda.

N√£o foi a primeira vez que eu peguei esses caderninhos e olhei com nostalgia meus ex-colegas de turma, mas uma das pessoas tamb√©m me chamava a aten√ß√£o, bem no centro da foto, e era a primeira pessoa a deixar seu depoimento. Procurei o nome, e logo achei no Facebook. O sobrenome n√£o era o mesmo (o √ļltimo era diferente), n√£o parecia ser exatamente a mesma pessoa, tinha mudado o cabelo, mas era t√£o familiar que do√≠a. Olhei as fotos lado a lado e tirei a d√ļvida da qual j√° sabia a resposta. As fotos de perfil eram de casamento, da√≠ a mudan√ßa de nome, e tinham embaixo a tag pr√≥-Bolsonaro. Estranhei um pouco, j√° que pelo endere√ßo, era de um bairro muito pobre da cidade. Fiquei um tempo olhando e olhando as fotos, com uma sensa√ß√£o estranh√≠ssima de nostalgia, de mem√≥ria.
Quanto aos demais, n√£o foi t√£o f√°cil encontr√°-los quanto os da terceira s√©rie. Poucos eram bem-sucedidos, tanto √© que encontrei o perfil de LinkedIn de um dos colegas com cargo m√©dio-alto numa empresa de engenharia, fiquei quase que aliviado. Talvez seja por conta de ter sido uma escola p√ļblica, sei l√°. Claro que n√£o foi inteiramente por isso que n√£o encontrei todos: como eram as pr√≥prias crian√ßas que escreviam o depoimento, muitas colocaram apenas o primeiro nome. Dos que encontrei, mais uma vez alguns v√°rios citados em processos, perfis normais de Facebook e tal.

Gosto muito, muito mesmo, de De Volta Para o Futuro, e penso naquelas cenas em que Marty encontra os pais nos tempos de col√©gio, em toda essa coisa de interferir no passado; penso, sei l√°, no filme Efeito Borboleta quando o Ashton Kutcher vive e revive a hist√≥ria em diferentes situa√ß√Ķes poss√≠veis com a menina que ele gosta l√°.

Com tudo isso, comecei a pensar nessa filosofia barata de segunda-feira à noite sobre a estatística das coisas. Alguns bem-sucedidos, alguns processados, muitos medianos. Um morto. Dois amores de criança.

Caralho, escrevi demais. Pra fechar: estou aqui agora me abrindo pra um monte de estranhos, só pra poder contar um pouco disso tudo pra alguém. De vez em quando paro de escrever e fico encarando a parede ou a escrivaninha, com essa nostalgia esquisita que sempre me vem quando penso nisso tudo.
Se você leu tudo, obrigado.
submitted by phyrexio to brasil [link] [comments]


2017.11.11 07:06 tombombadil_uk Today I fucked up: a estranha sensação de reencontrar um amor do passado 12 anos depois

A quem possa interessar, agora tem uma parte 2: https://www.reddit.com/brasil/comments/7cq1rk/today_i_fucked_up_a_estranha_sensa%C3%A7%C3%A3o_de/
Reencontrei uma pessoa muito querida para mim ontem de maneira completamente rand√īmica. √Č um caso t√£o bizarro que n√£o sei para quem desabafar, j√° que esse "relacionamento" que eu mantive h√° 12 anos n√£o chegou a ser sequer um relacionamento e nunca contei dele para ningu√©m. Esperei a esposa dormir, sentei e escrevi um conto. Fiz uma trash account para jogar isso aqui.
Desculpem o desabafo longo, mas foi o lugar que encontrei para soltar isso.
xxxx
Aconteceu no fim de tarde de uma sexta-feira quente. A cidade impaciente se esva√≠a para casa nos √īnibus e metr√īs lotados, a onda de calor de novembro apertando o passo de quem s√≥ queria o ref√ļgio caseiro. Sa√≠ do metr√ī da esperando encontrar uma noite fresca, mas fui pego no p√īr-do-sol atrasado do hor√°rio de ver√£o. Passara o dia fora do escrit√≥rio em um evento extremamente t√©cnico e s√≥ queria desligar a cabe√ßa. Estava bem vestido, mais do que o de costume. As cal√ßas jeans escuras relativamente novas, a blusa social quadriculada que usava quando queria se arrumar ‚Äď mas nem tanto ‚Äď e a bolsa de couro rec√©m-comprada para ter um ar mais profissional nesses eventos externos.
Me sentia bonito, sentia at√© que minha barba reluzia ao p√īr-do-sol. Rid√≠culo, n√©? Um pouco de contexto: sempre fui uma pessoa acima do peso e havia acabado de registrar a perda de 32 quilos e indo √† academia diariamente. Como qualquer um que foi gordinha a maior parte da vida, eu estava me sentindo muito bem. Por isso, pe√ßo que sejam indulgentes comigo. At√© porque esse fato √© relevante para a hist√≥ria.
Caminhando pela pra√ßa em dire√ß√£o ao ponto do √īnibus que me levaria para casa, me desvencilhava dos ambulantes peruanos e suas bolsas falsificadas, dos entregadores de folhetos do sex shop de uma galeria ali perto ‚Äď frequentadores fi√©is da pra√ßa desde que eu me entendo por gente e provavelmente respons√°veis por um n√ļmero consider√°vel de √°rvores derrubadas para fazer seus folhetos nessas d√©cadas ‚Äď e dos estudantes, que tanto pareciam carecer de pressa. Naquela multid√£o de gente, me surpreendi por notar algu√©m que me mirava de cima a baixo logo √† minha esquerda.
No come√ßo, n√£o me virei. Julguei ser uma daquelas ilus√Ķes que a gente tem no canto do olhar. Tr√™s, quatro, dez passos. A pessoa continuava ao meu lado e me olhando atentamente, n√£o sobravam d√ļvidas. Virei o rosto e dei de cara com ela.
Eu gosto muito de ler, mas n√£o sei se j√° achei na literatura algum trecho que mostre o qu√£o chocante √© reencontrar um amor perdido depois de tantos anos. Ela entrou pelos meus olhos e me atravessou por inteiro, trouxe de volta as mem√≥rias que j√° julgava mortas e enterradas havia muitos anos. Por dentro, eu me senti despeda√ßado, como se tivesse estourado um bal√£o h√° muito tempo comprimido no canto do subconsciente. Eu lembrei das manh√£s que passava com ela, do dia em que ela me deu um CD do Linkin Park, de quando fui embora sem me despedir e n√£o cortei o relacionamento ‚Äď tosco, incompleto e desajeitado ‚Äď que n√≥s mant√≠nhamos.
O choque seria menor, certamente, se não houvesse uma tristeza tão cristalina em seus olhos. Ela rapidamente virou o rosto e apertou o passo, mas eu fiquei ali atrás com aquela imagem fixa na memória. Me permiti olhá-la por inteiro enquanto avançava à minha frente. Não por desejo, mas por saudade. Saudade da pele morena, do cabelo ondulado que lhe descia pelas costas da mesma forma que fazia há mais de uma década. E saudade dos olhos de arteira que ela tinha, dos quais eu só lembrei depois de vê-los tão melancólicos. Nos conhecemos no fim do segundo grau e começo da faculdade, não éramos mais crianças. Mas os olhos dela sempre me encantavam: pareciam os olhos de alguém que está ansioso e animado ao mesmo tempo, o olhar de criança que está prestes a fazer merda e sabe disso.
Por sorte, ela seguia na mesma dire√ß√£o do ponto de √īnibus e eu a seguia com meus olhos. N√£o tive for√ßas para cumpriment√°-la, a vergonha falou mais alto. Ela tamb√©m n√£o quis faz√™-lo e foi f√°cil entender porque. Ela envelhecera bem mais do que eu esperava. T√≠nhamos a mesma idade, eu e ela, mas lhe daria uns dez anos a mais do que eu sem pensar duas vezes. Ganhara peso, o rosto e o cabelo pareciam maltratados, a roupa era desleixada. Nenhum julgamento aqui, quem n√£o teve seu dia de ‚Äėfoda-se o mundo‚Äô que atire a primeira pedra. E mesmo assim fez o meu cora√ß√£o parar. E mesmo assim eu s√≥ queria correr para perto dela e dizer oi.
Eu e ela éramos criaturas estranhas. Nós dois vínhamos de famílias de classe baixa, nós dois estávamos em um curso de inglês pago por algum parente mais rico, nós dois começamos a trabalhar cedo, nós dois éramos excelentes alunos, nós dois fazíamos parte daquela onda de rock do começo dos anos 2000 que incluía Linkin Park, Evanescence, System of a Down e algumas outras bandas que estavam na moda na época.
Come√ßamos a nos aproximar quando contei para ela que queria fazer XXXXX (carreira omitida). Ela tamb√©m queria, por isso passamos o ano anterior ao vestibular trocando dicas, comentando provas e trocando confid√™ncias no fim da aula de ingl√™s. Eu fazia quest√£o de lev√°-la para casa todos os dias ap√≥s o fim da aula de ingl√™s e n√≥s acabamos ficando muito pr√≥ximos. S√≥ tinha um detalhe: eu e ela √©ramos comprometidos. Eu namorava uma colega de escola h√° pouco menos de um ano e era perdidamente apaixonado por ela, apesar dela ter se tornado uma companheira extremamente abusiva ao longo do relacionamento e termos nos separado. Ela namorava um amigo de inf√Ęncia, tinha tudo para crer que ela tamb√©m era apaixonada por ele e estava prestes a se casar dali a um ano e meio. Sim, ela casou-se ridiculamente cedo, com apenas 20 anos e teve dois filhos logo depois, pelo que eu ficaria sabendo mais tarde por acidente. Nesse per√≠odo de cerca de dois anos, mantivemos esse relacionamento estranho que eu sequer sei como classificar. Rec√©m-chegados no curso achavam que √©ramos namorados, apesar de n√≥s nunca nos abra√ßarmos, andar de m√£os dadas ou coisas do g√™nero. Os alunos que estudavam conosco h√° mais tempo e j√° tinham visto nossos verdadeiros namorados achavam apenas que coloc√°vamos chifres neles. N√≥s nunca fizemos absolutamente nada. N√£o houve beijo, n√£o houve cabe√ßa no ombro, n√£o houve m√£os dadas. Fisicamente, nunca houve nada. Mas havia ali uma cumplicidade quase criminosa, olhares mais longos do que o necess√°rio, um quase que jamais se tornava realidade. Talvez esse carinho fosse fruto de sermos t√£o parecidos e termos origens t√£o similares.
Mas tudo acabou sem aviso. Em um intervalo de meses, sofri um duplo rev√©s. O parente que pagava o meu curso descobriu que estava com c√Ęncer e seus custos com sa√ļde aumentaram drasticamente. Eu j√° estava trabalhando e podia pagar, mas perdi o emprego no mesmo semestre. Tudo aconteceu em um intervalo de um m√™s, em janeiro, e eu n√£o pude voltar ao curso para o semestre seguinte. Era uma √©poca diferente. As redes sociais n√£o eram t√£o onipresentes (eu tinha meu bom e velho Orkut, ela achava rede social bobeira) e n√£o havia Whatsapp. E algo em mim insistia em dizer que era errado ligar para ela, que era ir longe demais. Ent√£o eu sumi da vida dela sem aviso, sem dar satisfa√ß√£o. Simplesmente n√£o me matriculei no curso e jamais toquei no assunto com ningu√©m, nem com meus amigos mais pr√≥ximos. Doeu ‚Äď e doeu muito ‚Äď mas eu deixei a vida sedimentar tudo aquilo. Eu ganhei peso, meu relacionamento com aquela namorada n√£o andava bem. Naquele momento, eu s√≥ queria sumir e n√£o ver mais ningu√©m. E aquela sa√≠da brusca acabou me ajudando nesse sentido. Some a√≠ a baixa auto-estima. Eu nunca achava que uma mulher estava dando bola para mim at√© elas praticamente se jogarem no meu colo. Quase todas as mulheres com quem sa√≠ tiveram a iniciativa ou deixaram bem claro que queriam alguma coisa, sempre fui lerdo ao extremo para flerte. E perdi grandes oportunidades por conta disso, mas isso √© passado e n√£o me causa dor, s√≥ uma risadas. Exceto nesse caso.
De l√° para c√°, soube pouco dela. Descobri por um grande acaso que ela teve dois filhos logo ap√≥s o casamento (Orkut de amigo de um amigo de um amigo que estava no ch√° de beb√™ do segundo filho dela, rs). Tamb√©m vi que ela n√£o passou no vestibular para a carreira que escolhemos, sen√£o seria mais f√°cil encontr√°-la. O curso era bem concorrido e ela n√£o passou duas vezes. Na terceira, j√° estava com filho e casada, ent√£o n√£o avan√ßou. Esbarrei com ela enquanto estava gr√°vida do primeiro fazendo compras no mercado com o marido. Nesse dia, eu estava acompanhado de v√°rios amigos, completamente b√™bado e indo para uma festa na regi√£o bo√™mia da cidade. Trocamos um olhar meio constrangido nesse dia, nada mais. Tinha uma m√°goa bem n√≠tida nos olhos dela, mas eu ainda relutava em acreditar que eu significava muita coisa para aquela menina. Eu s√≥ iria me tocar anos mais tarde que eu, apesar de estar fora dos padr√Ķes de beleza, recebia sim aten√ß√£o do sexo oposto.
Agora avan√ßamos 12 anos no futuro. C√° estou eu, perdido, olhando para uma mulher que teve um relacionamento t√£o t√™nue e t√£o profundo comigo ao mesmo tempo. Ela parou e entrou em uma loja de sapatos em frente ao ponto de √īnibus para o qual eu estava indo e, mesmo pela vitrine, trocamos alguns olhares demorados. Eu queria chegar perto, eu queria dizer oi, eu queria cham√°-la para jantar. Mas, no auge dos meus 30 e poucos anos, eu me senti um adolescente envergonhado de 17. E uma voz bem clara ecoava na minha cabe√ßa: ‚Äúvoc√™ √© casado, voc√™ tem um casamento muito feliz e voc√™ nunca traiu sua esposa e nenhuma das suas outras ex-namoradas. Voc√™ n√£o vai come√ßar a fazer merda agora‚ÄĚ.
E se eu fosse dar um oi, serviria de qu√™? Requentaria um amor adolescente que provavelmente s√≥ faria mal a n√≥s dois? Reviveria a m√°goa daquele adeus decepado, sem dar a menor satisfa√ß√£o? Tudo isso s√≥ transformava minhas pernas em √Ęncoras que meus olhos teimavam em ignorar. Ela saiu da loja e, pela primeira vez naquele fim de tarde, me olhou de forma direta. Sem aquela desviada de olhar que vem um par de segundos depois, sem aquela sensa√ß√£o de acidente ou constrangimento. Nos encaramos por um per√≠odo que, me perdoem o clich√™, parecia uma eternidade. Eu sabia que aquela era a minha deixa para chegar mais perto, mas eu n√£o fui. Ela me deu as costas e sumiu na multid√£o, provavelmente para sempre. Meu cora√ß√£o ficou ali perdido, sem saber como era poss√≠vel lembrar-se de tanta coisa em t√£o pouco tempo.
Sentado no √īnibus de volta para a casa, as mem√≥rias vinham em atacado. O dia em que ela fez uma c√≥pia do Hybrid Theory e me deu de presente de anivers√°rio. A vez em que eu ganhei de um amigo meu um chaveiro do Nirvana e, quando ela foi pegar para ver, sem querer seguramos as m√£os por uns segundos que pareciam compreender toda a hist√≥ria da humanidade. Quando levei meu discman para o curso e a gente escutou junto um √°lbum do System of a Down no ano em que lan√ßaram Hypnotize e Mezmerize.
√Č triste a vida ser t√£o curta, eu conclu√≠. Tem tanto amor para se viver, tanta hist√≥ria que poderia se escrita a dois que n√≥s nunca vamos conhecer. Tanta coisa inesperada que acontece num fim de tarde sem prop√≥sito, tanta coisa que a gente deixa de perceber e que acontece porque voc√™ notou algu√©m no canto do seu olho. E eu, muito provavelmente, nunca mais vou v√™-la. Se eu tivesse a oportunidade de reviver esse momento, eu n√£o sei o que eu faria. Chamava para tomar um caf√© e pedia desculpa por nunca ter falado que eu era perdidamente apaixonado por ela e que vivia um relacionamento conturbado com uma companheira abusiva, mas que a baixa auto-estima me impedia de agir? Diria que havia praticamente esquecido que ela existia nos √ļltimos 10 anos, mas que bateu um misto de culpa e carinho enormes tanto tempo depois? N√£o acho que nada disso valeria a pena.
submitted by tombombadil_uk to brasil [link] [comments]


ME GUARDEI PRO CASAMENTO, MAS... Crian√ßas for√ßadas a se casarem Casamento infantil Vestidos para casamento de dia - Mulheres (17/05/17) - YouTube UMADEB - MENINAS SEGUNDO O CORA√á√ÉO DE DEUS  VOC√ä NUNCA ... CONSEGUINDO DINHEIRO PARA O CASAMENTO! M√ļsicas para Casamento - YouTube LEVANDO A EX PARA O CASAMENTO - YouTube mulher passa eo homem fica olhando para a bunda dela - YouTube OLHANDO PARA OUTRAS MENINAS NA FRENTE DA MINHA NAMORADA ... O CASAMENTO DA MAM√ÉE Mom's wedding - YouTube

10 passos para salvar o casamento antes de casar

  1. ME GUARDEI PRO CASAMENTO, MAS...
  2. Crianças forçadas a se casarem Casamento infantil
  3. Vestidos para casamento de dia - Mulheres (17/05/17) - YouTube
  4. UMADEB - MENINAS SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS VOCÊ NUNCA ...
  5. CONSEGUINDO DINHEIRO PARA O CASAMENTO!
  6. M√ļsicas para Casamento - YouTube
  7. LEVANDO A EX PARA O CASAMENTO - YouTube
  8. mulher passa eo homem fica olhando para a bunda dela - YouTube
  9. OLHANDO PARA OUTRAS MENINAS NA FRENTE DA MINHA NAMORADA ...
  10. O CASAMENTO DA MAMÃE Mom's wedding - YouTube

O outro v√≠deo do casamento foi removido do Youtube por conta de direitos autorais do √°udio. Portanto estamos postando novamente com outra m√ļsica. Not Without... oii meninas, se inscrevam no canal, espero que vcs gostem. deixem sugest√Ķes de videos nos coment√°rio. bjssss. ... COMO CONSEGUIR DINHEIRO PARA O CASAMENTO - Duration: 3:08. Princesa Filha do Rei ... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. N√£o precisa mais ficar em d√ļvida em qual #look usar na festa de #casamento depois das #dicas da Nathalia Batista! Confira tamb√©m as outras p√°ginas do program... Ola! Eu sou o L. Em alguns pa√≠ses da √Āsia e da √Āfrica o casamente Infantil ou o Casamento For√ßado √© uma cultura. Fam√≠lias vendem suas filhas para esse tipo de cerimonia. Parece assustador ... J√° pensou encontrar o ex que n√£o aceita o t√©rmino no dia do seu casamento? E ele √© o motorista que vai te levar pra igreja? INSCREVA-SE - http://tinyurl.com/... Est√° com d√ļvidas na hora de escolher m√ļsicas para o seu casamento? A Can√ß√£o Nova traz para voc√™ sugest√Ķes de m√ļsicas para cantar e tocar nas celebra√ß√Ķes de c... *Este v√≠deo tem Direitos reservados para TV ADNP. Agradecemos por N√ÉO POSTAR EM OUTRO CANAL. Evite que seu canal seja denunciado por infringir as diretrizes ... NIINA REVELA: PQ N√ÉO CHAMOU TACI PARA CASAMENTO (civil) nem PARA MADRINHA Entrevista Niina Secrets - Duration: 15:48. J√° contei? por Ju Nogueira 778,224 views Deixa seu like no v√≠deo & compartilha com os amigos! Contato profissional para divulga√ß√Ķes e eventosl: [email protected] Meu Instagram: https:...